Tesouro sanciona CEIEC por apoiar os esforços do regime ilegítimo de Maduro para debilitar a democracia venezuelana

Tesouro sanciona CEIEC por apoiar os esforços do regime ilegítimo de Maduro para debilitar a democracia venezuelana

Por Departamento do Tesouro dos Estados Unidos
dezembro 15, 2020

No dia 30 de novembro, o Escritório de Controle de Ativos Estrangeiros (OFAC, em inglês) do Departamento do Tesouro dos EUA sancionou a Corporação Nacional de Importação e Exportação de Produtos Eletrônicos da China (CEIEC, em inglês), por apoiar os esforços do regime ilegítimo de Nicolás Maduro para debilitar a democracia na Venezuela, incluindo seus atos para restringir o serviço de internet e realizar vigilância digital e operações cibernéticas contra seus oponentes políticos. As companhias de tecnologia chinesas, incluindo a CEIEC, continuam desafiando os valores democráticos de liberdade e transparência, ao desenvolver e exportar ferramentas para monitorar, censurar e vigiar as atividades dos cidadãos na internet.

“O regime ilegítimo de Maduro depende de entidades como a CEIEC para levar adiante sua agenda autoritária, o que demonstra a prioridade do regime de ter poder sobre os valores e processos democráticos”, disse o secretário do Tesouro, Steven T. Mnuchin. “Os Estados Unidos não hesitarão em punir quem quer que esteja ajudando a suprimir o desejo democrático do povo venezuelano e de outros em todo o mundo.”

Essa entidade foi designada nos termos da Ordem Executiva (E.O., em inglês) 13692, de acordo com sua emenda, por ter ajudado materialmente, patrocinado ou fornecido apoio financeiro, material ou tecnológico para bens ou serviços, ou apoiado ações ou políticas que enfraqueçam os processos ou instituições democráticas.

Governos não democráticos utilizam tecnologias que a China exporta, como as que a CEIEC disponibilizou para reprimir divergências políticas em suas próprias fronteiras. A CEIEC tem apoiado os esforços cibernéticos malignos do regime ilegítimo de Maduro desde 2017.

A CEIEC forneceu software, treinamento e expertise técnica às entidades governamentais da Venezuela, que foram então utilizados contra o povo venezuelano.

A CEIEC dá apoio cibernético e fornece técnicos especialistas ao provedor estatal de telecomunicações Companhia Nacional de Telefones da Venezuela (CANTV, em espanhol), que controla 70 por cento dos serviços de internet em todo o país. A versão de software e hardware que a CEIEC forneceu à Venezuela é uma versão comercializada do Grande Dispositivo de Segurança da China. Esse é um sistema nacional chinês de bloqueios e filtros de internet, usado para manter uma censura digital rigorosa, controlar a informação que os cidadãos chineses podem acessar fora da China e prevenir a disseminação interna de conteúdo considerado indesejável pela liderança política.

Share