Estados Unidos anunciam assistência humanitária adicional em resposta à crise regional da Venezuela

Estados Unidos anunciam assistência humanitária adicional em resposta à crise regional da Venezuela

Por Geraldine Cook
outubro 28, 2019

No dia 24 de setembro de 2019, o administrador da Agência dos EUA para o Desenvolvimento Internacional (USAID, em inglês) Mark Green, na presença de congressistas, ativistas de direitos humanos venezuelanos e do Embaixador dos EUA na Venezuela, Carlos Vecchio, anunciou a doação de US$ 52 milhões em assistência para o desenvolvimento da Venezuela, para ajudar o presidente interino Juan Guaidó, seu governo e o povo venezuelano, que buscam restabelecer a governança democrática no país, que ofereça respostas aos cidadãos. Esse dinheiro será destinado aos programas de apoio à Assembleia Nacional Venezuelana, à mídia independente, à sociedade civil e à restauração do setor de saúde.

Esses novos recursos destinados aos programas na Venezuela se somam aos US$ 376 milhões em assistência humanitária que o governo dos EUA já doou em resposta à crise regional venezuelana, incluindo o apoio vital aos cidadãos vulneráveis e às comunidades que os acolhem no Brasil, Colômbia, Equador, Peru e nos demais países da região. A corrupção desenfreada, a repressão brutal e a má administração política e econômica do regime de Maduro criaram o maior deslocamento para o exterior da história do hemisfério ocidental.

Os Estados Unidos dão total apoio ao governo interino de Juan Guaidó, à Assembleia Nacional democraticamente eleita e ao povo venezuelano, em seus esforços para pôr um fim ao regime de Maduro. O povo da Venezuela já sofreu muito nesses longos anos e é hora de o país desfrutar da paz, da liberdade e da prosperidade sob um governo democraticamente eleito e voltado para o cidadão. O anúncio de 24 de setembro é mais um exemplo do compromisso dos EUA para ajudar os venezuelanos a recuperar seu país.

Share