Navio Vigilant da Guarda Costeira dos EUA interdita aproximadamente 3.000 quilos de cocaína perto da Costa Rica

Navio Vigilant da Guarda Costeira dos EUA interdita aproximadamente 3.000 quilos de cocaína perto da Costa Rica

Por Relações Públicas do 7º Distrito da Guarda Costeira dos EUA
junho 24, 2020

A tripulação do navio USCGC Vigilant (WMEC-617) da Guarda Costeira dos EUA confiscou 122 pacotes de cocaína no dia 22 de junho, em interdições sucessivas de lanchas rápidas ao largo da costa de Limón, na Costa Rica.

A tripulação do helicóptero MH-65 Dolphin da Guarda Costeira posicionada a bordo do USCGC Vigilant conseguiu neutralizar a primeira lancha rápida e viu que a tripulação lançava os pacotes pela borda.

Uma vez no lugar, a equipe a bordo encontrou quatro pessoas na lancha e recuperou da água 77 pacotes com mais de 1.900 quilos de cocaína. Imediatamente após a primeira interdição, a tripulação do helicóptero e uma equipe de abordagem do navio seguiram na direção de outra lancha rápida de 34 pés, com cinco pessoas a bordo.

A tripulação do helicóptero conseguiu neutralizar a segunda lancha rápida e também observou sua tripulação lançando os pacotes pela borda. A equipe de abordagem do USCGC Vigilant chegou ao local, deteve cinco pessoas e recuperou da água 45 pacotes com aproximadamente 1.179 kg de cocaína.

A cocaína apreendida nas duas interdições tem valor estimado no atacado de cerca de US$ 118,3 milhões.

“Cada interdição rápida de embarcações com drogas representa desafios diferentes e termos conseguido dominar simultaneamente duas lanchas rápidas no meio da noite foi um fato extraordinário”, disse o Capitão de Fragata da Guarda Costeira dos EUA Fred Bertsch, oficial comandante do USCGC Vigilant. “Estou muito orgulhoso de nossa tripulação e não poderia esperar deles nada além disso. Esses esforços, combinados com os das nossas agências e nações parceiras, ajudarão a manter a estabilidade no hemisfério ocidental.”

No dia 1º de abril, o Comando Sul dos EUA iniciou as operações avançadas antinarcóticos no hemisfério ocidental para deter o fluxo de drogas em apoio aos Objetivos Presidenciais de Segurança Nacional. Diversas agências dos EUA dos departamentos de Defesa, Justiça e Segurança Nacional cooperaram no esforço para combater o crime organizado transnacional.

A Guarda Costeira, a Marinha, o Serviço de Alfândega e Proteção de Fronteiras, o FBI, a Administração para o Controle de Drogas e o Departamento de Imigração e Controle de Fronteiras dos EUA, junto com agências parceiras e aliadas internacionais, desempenham um papel importante nas operações antidrogas.

Share