Força de Defesa do Suriname fortalece o papel das mulheres

Força de Defesa do Suriname fortalece o papel das mulheres

Por Geraldine Cook/Diálogo
setembro 13, 2021

“É muito importante compartilhar sua história e encorajar todas as outras mulheres e homens do mundo a pensarem no papel que você está desempenhando em sua organização, família e comunidade.” Essas foram as considerações de abertura da ministra da Defesa do Suriname, Krishna Mathoera, durante o primeiro fórum de líderes seniores realizado pelo Programa Mulheres, Paz e Segurança (WPS, em inglês), do Comando Sul dos EUA (SOUTHCOM), no dia 7 de setembro de 2021. “Nos últimos anos, realizamos esforços contínuos para abordar não apenas os temas da agenda mulher e paz e da agenda guerra, paz e segurança, mas também para fortalecer a posição feminina em diversas instituições de defesa e segurança. A inclusão das mulheres nos institutos de segurança não é uma questão legal, mas é mais uma decisão política”, disse a ministra Mathoera.

O WPS é parte de um esforço global de apoio às contribuições das mulheres nos setores de defesa e segurança em todo o mundo. O programa é um pilar da missão do SOUTHCOM de promover parcerias de segurança em todo o hemisfério ocidental.

A ministra Mathoera compartilhou sua vida como líder feminina com mais de 38 anos de experiência, servindo à Força Policial do Suriname por mais de 30 anos e como ministra da Defesa desde julho de 2020.

Da esquerda à direita, a Contra-Almirante Yvette Davids, da Marinha dos EUA, chefe do Estado-Maior do SOUTHCOM; Krishna Mathoera, ministra da Defesa do Suriname; a Tenente-Coronel Duilia M. Turnes, da
Força Aérea dos EUA, chefe do WPS do SOUTHCOM; e Jennifer Typrowicz, conselheira de gênero do WPS no SOUTHCOM. (Photo: Geraldine Cook/Diálogo)

A ministra Mathoera disse que um dos seus objetivos é aumentar o papel de liderança das mulheres nas Forças Armadas do Suriname, que atualmente representam apenas 5 por cento do total da força.

A ministra Mathoera também foi convidada da série de podcasts “Rompendo Barreiras”, uma iniciativa do WPS que reconhece as mulheres das forças de defesa e segurança do hemisfério ocidental como parceiras igualitárias na prevenção de conflitos e na criação da paz.

“Quando nos reunimos em janeiro, me chamou a atenção o foco da ministra na confiança, em criar uma equipe no Ministério da Defesa [do Suriname] e depois em todo o governo, que fosse confiável e conseguisse conquistar a legitimidade da população”, disse o Almirante de Esquadra Craig S. Faller, da Marinha dos EUA, comandante do SOUTHCOM. “Hoje a ministra mencionou diversas vezes o profissionalismo das forças do Suriname… Para sermos profissionais, precisamos ter forças que compreendam o Estado de Direito, os direitos humanos, como aplicá-los, e forças que reflitam a sociedade de onde se originam. Sabemos que trabalhamos duro nos EUA; sabemos que temos meios de atingir o devido equilíbrio, a devida representação do talento que temos na nação e nas forças.”

A ministra Mathoera acrescentou que “mulheres extraordinárias não devem deixar jamais que alguém as desencoraje com negatividade e subversão. Mantenham o seu foco em seus objetivos. Façam com que o desalento e o preconceito sejam uma inspiração para trabalharem mais arduamente para atingir seus objetivos.”

O podcast Rompendo Barreiras de Krishna Mathoera, ministra da Defesa do Suriname, pode ser encontrado em: http://www.southcom.mil/WPS/audio/668721/

Share