República Dominicana: 500 kg de cocaína apreendidos

Por Dialogo
setembro 09, 2013



SANTO DOMINGO, República Dominicana – Autoridades antinarcóticos apreenderam cerca de 500 kg de cocaína e prenderam mais de uma dezena de supostos traficantes de drogas, após uma operação realizada durante a madrugada numa expedição marítima que resultou em tiroteio, em 4 de setembro, informaram autoridades.
A operação – a terceira maior apreensão de drogas feita por forças de segurança no país caribenho nas últimas semanas – teve um desfecho dramático em uma praia no sudoeste do país.
Ao usar tecnologia de visão noturna, forças de segurança dominicanas detectaram um grupo de pelo menos 18 suspeitos de tráfico de drogas descarregando uma lancha supostamente cheia de cocaína, perto da cidade de Juancho, no litoral caribenho. Os supostos traficantes teriam aberto fogo contra o helicóptero das forças de segurança, usando armas de vários calibres.
Do helicóptero, membros da Direção Nacional para o Controle de Drogas (DNCD) revidaram. Dois dos supostos narcotraficantes morreram, e pelo menos outros dois ficaram feridos, informou a DNCD em comunicado.
A DNCD comandou a operação, que foi apoiada por militares dominicanos e integrantes da Agência Antidrogas dos Estados Unidos (DEA). A DNCD não identificou imediatamente os mortos. Em um comunicado, a agência identificou dois feridos – Luisito Turbi Carrasco, 21 anos, e Soniel Pérez Samboy, 23.
Autoridades apreenderam a carga em um trecho do pouco frequentado litoral, mais conhecido por seus corais de recifes e piscinas de água limpa. Na mesma área, no início de setembro, foi encontrada uma lancha, que teria restos de um carregamento de drogas anterior, informou a mídia dominicana.
Segundo a DNCD, a carga de setembro estava em uma lancha que seguia da América do Sul para a República Dominicana, de onde teria sido transportada para consumidores na Europa e nos Estados Unidos.
Na metade de agosto, agentes da DNCD apreenderam 308 kg de cocaína em lanchas supostamente provenientes de Santo Domingo.
Em 2 de setembro, autoridades dominicanas destruíram um laboratório clandestino de cocaína descoberto em uma fazenda próxima a uma cidade pequena, 40 km a oeste da capital, Santo Domingo. A polícia apreendeu 225 kg de pasta de cocaína, quantidade suficiente para produzir 2.000 kg de cocaína. Foi a primeira descoberta desse tipo de instalação no país caribenho.
O laboratório era semelhante às instalações de processamento encontradas na selva colombiana, onde as autoridades descobrem, frequentemente, grandes laboratórios com capacidade para produzir milhares de quilos de cocaína.
Segundo analistas, o laboratório é mais um indício de que os traficantes estão usando o Caribe para contrabandear drogas.

[Infosurhoy.com (República Dominicana), 08/09/2013; National Directorate for Drug Control (República Dominicana), 09/09/2013]

Share