Colômbia, Equador e Estados Unidos confiscam mais de 7,4 toneladas de cocaína

Colômbia, Equador e Estados Unidos confiscam mais de 7,4 toneladas de cocaína

Por Julieta Pelcastre/Diálogo
novembro 22, 2021

Select Language

Militares da Colômbia, Equador e Estados Unidos confiscaram 7.410 quilos de cocaína em três semissubmersíveis e uma lancha rápida, em quatro operações marítimas no Pacífico, informou a Marinha da Colômbia (ARC, em espanhol), no dia 4 de novembro de 2021.

Na primeira operação, militares colombianos confiscaram um semissubmersível com 340 kg de cocaína na foz do Rio Naya, Valle del Cauca, no dia 31 de outubro. Os três tripulantes do semissubmersível foram detidos depois de lançarem a droga no mar e tentarem fugir, informou a ARC.

Com informações da Colômbia à Força-Tarefa Conjunta Interagencial Sul dos EUA (JIATF Sul) e à Marinha do Equador, as três forças coordenaram a detenção de uma lancha rápida com 1.573 kg de cocaína, no dia 23 de outubro, em Salinas, Equador.

A Força Pública da Colômbia apreendeu mais de 241 toneladas de cloridrato de cocaína entre 1º de janeiro e 9 de novembro de 2021, afirma o Ministério da Justiça colombiano. (Foto: Marinha da Colômbia)

Em outras duas operações simultâneas, a Colômbia informou que a JIATF Sul apreendeu, no dia 23 de outubro, 5.497 kg de cocaína distribuídos em dois semissubmersíveis perto da Ilha Malpelo, em Valle del Cauca. Os tripulantes, três equatorianos e três colombianos, foram capturados.

A Força-Tarefa contra o Narcotráfico Poseidón, da ARC, informou à mídia Noticias Caracol, da Colômbia, que esse foi o maior golpe contra o narcotráfico em 2021.

Entre janeiro e setembro de 2021, a ARC confiscou 23 semissubmersíveis no Pacífico colombiano, informou a agência de notícias EFE, da Espanha.

“A cooperação e a articulação com as agências norte-americanas quanto à informação e cooperação são vitais para a luta contra o narcotráfico”, declarou o ministro colombiano da Defesa, Diego Molano, em Washington D.C., à agência EFE, no dia 27 de outubro.

Como resultado das operações de cooperação internacional ou acordos marítimos, a Colômbia confiscou aproximadamente 241 toneladas de cloridrato de cocaína entre os dias 1º de janeiro e 9 de novembro de 2021, informou o Ministério da Justiça colombiano em seu site.

Share