Apreendidas na Colômbia três toneladas de cocaína

Por Dialogo
abril 23, 2013


A polícia da Colômbia apreendeu três toneladas de cocaína, avaliadas em US$ 75 milhões, que estavam escondidas em uma fazenda no noroeste do país e tinham como destino o México, informou a instituição armada no dia 20 de abril.



As três toneladas do alcaloide estavam enterradas na localidade rural do município de Turbo, estado de Antioquia, que segundo a polícia funcionava como “centro de aprovisionamento” para a quadrilha narcoparamilitar Los Urabeños.



O diretor da polícia colombiana, General José León, declarou à imprensa que a cocaína, marcada com o logotipo que identifica Los Urabeños, seria enviada ao México.



“A droga era recebida no local pelos cartéis mexicanos do tráfico, especialmente o cartel de Los Zetas, para ser posteriormente enviada aos Estados Unidos”, acrescentou.



Los Urabeños, além de outras quadrilhas, são grupos a serviço do narcotráfico formados, em sua maioria, por membros das antigas Autodefesas Unidas da Colômbia, que não aderiram à desmobilização realizada entre 2003 e 2006.



A propriedade onde a droga foi encontrada fica perto da costa do Mar do Caribe, para facilitar a evacuação. “A droga era embarcada durante a noite em lanchas tipo ‘Go fast’”, informou a polícia em um comunicado de imprensa.



Não houve capturas durante a operação, mas foram encontrados três fuzis e abundante munição, segundo o documento.



A Colômbia é o maior produtor mundial de cocaína, junto com o Peru, segundo dados da ONU, com 345 toneladas e 64 mil hectares de cultivo de coca em 2011.






Share