SOUTHCOM destaca equipe consultiva do Exército dos EUA para apoiar a cooperação avançada antinarcóticos com Colômbia

SOUTHCOM destaca equipe consultiva do Exército dos EUA para apoiar a cooperação avançada antinarcóticos com Colômbia

Por SOUTHCOM 
maio 29, 2020

A 1ª Brigada de Assistência da Força de Segurança (SFAB, em inglês) do Exército dos EUA destacará uma equipe consultiva à Colômbia no dia 1º de junho, para apoiar a cooperação avançada antinarcóticos dos EUA com as forças de segurança colombianas.

A equipe consultiva da brigada, com estrutura de companhia, dará apoio militar aos esforços diplomáticos e de desenvolvimento entre os Estados Unidos e a Colômbia, treinando, aconselhando e assistindo as unidades anfitriãs, com o fortalecimento das capacidades essenciais à cooperação avançada antinarcóticos EUA-Colômbia.

Esse é o primeiro destacamento de uma equipe consultiva da SFAB para apoiar uma nação parceira na região e dará suporte à Operação Avançada Antinarcóticos anunciada no dia 1º de abril pelo presidente dos EUA Donald Trump.

“A missão da SFAB na Colômbia é uma oportunidade de mostrar o nosso comprometimento mútuo contra o narcotráfico e o apoio à paz regional, ao respeito à soberania e à promessa duradoura de defender os ideais e valores que compartilhamos”, disse o Almirante de Esquadra da Marinha dos EUA Craig S. Faller, comandante do Comando Sul dos EUA, em um enunciado.

Os membros da SFAB recebem educação especializada na Academia Militar de Treinamento Consultivo no Forte Benning, Estados Unidos, onde aprendem a ajudar as forças militares profissionais dos países parceiros e aliados dos EUA, com base nas necessidades operacionais e institucionais. Eles são treinados e equipados para avaliar, apoiar, aconselhar e criar vínculos com os parceiros de defesa e segurança em todo o mundo.

Na Colômbia, a equipe trabalhará com as unidades anfitriãs nas áreas designadas pelo governo da Colômbia como “áreas prioritárias”, onde se concentrarão nas capacidades de logística, serviços e inteligência, apoiando diretamente as iniciativas antinarcóticos e o intercâmbio de colaboração e informação entre os Estados Unidos e a Colômbia.

Ao chegar à Colômbia, a equipe cumprirá os protocolos obrigatórios do país de biossegurança e isolamento preventivo de 14 dias, exigidos para mitigar o impacto da COVID-19. A equipe permanecerá com suas unidades anfitriãs de acordo com o que for determinado pela avaliação das lideranças militares dos EUA e da Colômbia.

Os Estados Unidos e a Colômbia têm um longo histórico de apoio às soluções de cooperação e às respostas colaborativas aos desafios e ameaças de segurança que preocupam o hemisfério ocidental.

Share