SOCSOUTH Aprimora o Comando e Interoperabilidade de Controle durante o Panamax 16

SOCSOUTH Enhance Command, Control Interoperability During Panamax 16

Por Maj. Cesar H. Santiago, Special Operations Command South
agosto 15, 2016

O Comando de Operações Especiais Sul (SOCSOUTH, por sus sigla em inglês) recebeu o pessoal militar das naçòes parceiras Brasil, Chile, Colômbia, El Salvador, Guatemala, Panamá e Peru de 25 de julho a 4 de agosto durante o Panamax deste ano na Base da Reserva Aérea Homestead, na Flórida. O PANAMAX é um exercício multinacional promovido pelo Comando Sul dos EUA focado em garantir a segurança do Canal do Panamá. O exercício foi conduzido em vários locais para incluir a Base de Homestead, que serviu como local para o Comando Componente de Operações Especiais de Forças Combinadas (CFSOCC, por sua sigla em inglês). O propósito do exercício é melhorar o treinamento, prontidão e interoperabilidade através de uma série de cenários projetados para integrar as múltiplas nações numa equipe coesa, demonstrando sua habilidade para treinar e trabalhar com as equipes multinacionais participantes das nações parceiras da região. "Acho que o exercício nos dá uma oportunidade continua e excelente de crescimento e entendimento com respeito às diversas culturas institucionais", disse o Maj do Exército dos EUA Steve McKnight, oficial de assuntos civis. Os participantes tiveram que superar os desafios interculturais de comunicação com um esforço colaborativo, traduzido no apoio conjunto, combinado e interagências para realizar a missão, disse ele. O pessoal do CFSOCC começou o exercício com uma visão geral acadêmica das funções e papéis da equipe num ambiente operacional conjunto e combinado. A execução dos cenários foi uma oportunidade para o pessoal da equipe do CFSOCC de estabelecer e realizar os processos de comando e controle no nível de componente de operações especiais, além de um treino simulado desafiador que aborda a interoperabilidade e prontidão dos parceiros emergentes e contínuos. O Tenente Coronel do Exército da Colômbia Oscar Mauricio Ortiz Guzman, oficial de comunicações do Comando de Operações Especiais Conjuntas colombiano, expressou sua perspectiva sobre a experiência ganha durante o exercício. “O Panamax é um exercício que integra o desenvolvimento de operações conjuntas e combinadas, uma grande oportunidade para os países participantes de expandir a doutrina baseada em conhecimento", disse o Ten Cel Ortiz. O exercício promove e aprimora a parceria das forças de operações especiais da região e melhora a capacidade da força de colaboração para planejar e executar processos de comando e controle em operações multinacionais complexas. “PANAMAX contribui de grande maneira para identificar o emprego das forças de operações especiais durante operações conjuntas e combinadas", disse o Ten Cel Ortiz. "O exercício facilita a interação com diferentes componentes (ar, terra e mar) e [desenvolve ainda mais a execução planejada] com os quartéis-generais e unidades subordinadas para completar a missão necessária em níveis diferentes." O SOCSOUTH trabalha regularmente com forças de operações especiais das nações parceiras em exercícios de treinamento conjunto, combinado e interagências para continuar a fortalecer a prontidão das forças e proteger as políticas do sul dos EUA e os interesses vitais americanos na região.
Share