Polícia do Chile confisca mais de 3 toneladas de drogas

Polícia do Chile confisca mais de 3 toneladas de drogas

Por Guillermo Saavedra/Diálogo
julho 22, 2021

A Polícia de Investigações do Chile (PDI) apreendeu mais de 3 toneladas de drogas no âmbito da Operação Nova Era, na região metropolitana de Santiago, anunciaram Sergio Muñoz, diretor geral da PDI, e Rodrigo Delgado, ministro do Interior do Chile, no dia 22 de junho, em uma entrevista coletiva. Com essa apreensão, a PDI atinge 27 toneladas de drogas confiscadas no transcurso de 2021, ultrapassando as 24 toneladas apreendidas em todo o ano de 2020, destacou Delgado.

Durante a operação liderada pela Brigada Antinarcóticos Metropolitana Sul da PDI, os agentes policiais confiscaram 3 toneladas de maconha tipo creepy, 38 quilos de cocaína, e detiveram dois indivíduos – um chileno e um boliviano – que participavam do transporte das drogas, informaram as autoridades.

A droga provinha da Bolívia escondida em paletes de caminhões e entrava por passagens não habilitadas na região de Antofagasta, no norte do país. (Foto: Polícia de Investigações do Chile)

Conforme destacou o diretor da PDI na entrevista coletiva, a droga provinha da Bolívia oculta em paletes de caminhões e entrava através da região de Antofagasta – no norte do país – rumo à região metropolitana, onde era distribuída para diferentes quadrilhas criminosas.

“A Operação Nova Era faz parte de uma estratégia de nossa polícia para combater os problemas locais referentes ao narcotráfico e aos crimes correlatos, como a violência, armamentos e assassinatos, e esse é o ponto mais relevante da operação”, disse Muñoz a Diálogo.

Segundo a organização dedicada à análise das ameaças na América Latina InSight Crime, a apreensão de maconha tipo creepy aumentou muito nos últimos anos, e o narcotráfico se tornou cada vez mais proeminente, diversificado e violento.

“Neste ano foram desarticuladas mais de sete quadrilhas criminosas dedicadas a essas atividades. Houve mais de 50 detidos e mais de 40 armas recuperadas, produto dessa violência exercida no território”, informou o diretor da PDI, segundo o portal de notícias chileno 24 Horas.

A PDI também implementou um plano doméstico de captura e desarticulação de quadrilhas dedicadas ao processamento de maconha denominado Plano Cannabis, que atua na zona produtora dessa droga no centro do país entre as cidades de La Serena e Concepción, disse a PDI em um comunicado. Entre janeiro e maio de 2021, a PDI destruiu 15 toneladas de maconha processada e em plantações, um aumento de 200 por cento em comparação a 2020, informou a PDI.

Share