Paraquedistas dos exércitos dos EUA e da Colômbia encerram com sucesso o Exercício Bilateral DFE

Paraquedistas dos exércitos dos EUA e da Colômbia encerram com sucesso o Exercício Bilateral DFE

Por Exército Sul dos EUA
agosto 24, 2021

Select Language

BASE AÉREA DE TOLEMAIDA, Colômbia – paraquedistas dos exércitos dos EUA e da Colômbia encerraram um exercício de treinamento aéreo bilateral no dia 30 de julho, com uma demonstração das capacidades táticas dos Lanceros, unidade de elite das forças especiais do Exército da Colômbia, na Base Aérea de Tolemaida, Colômbia.

O exercício bilateral de seis dias de Emprego da Força Dinâmica (DFE, em inglês), conhecido como Hidra II, do Comando Sul dos EUA (SOUTHCOM) e do Exército Sul dos EUA (ARSOUTH), permitiu o rápido destacamento de tropas dos EUA na área de responsabilidade do SOUTHCOM, para responder a crises e apoiar as nações parceiras do hemisfério ocidental.

Ao longo de uma semana, os dois exércitos treinaram conjuntamente em operações diurnas e noturnas de transporte aéreo, realizaram um exercício de treinamento tático de campo, procedimentos de evacuação médica, um curso de sobrevivência na água em combate e um curso de obstáculos na Escola de Lanceros.

Um soldado do Exército da Colômbia instrui profissionais médicos do Exército dos EUA do 2º Batalhão, 501º Regimento de Infantaria de Paraquedistas, Equipe de Combate da 1ª Brigada, 82ª Divisão de Transporte Aéreo, durante um ensaio médico, no dia 24 de julho de 2021, na Base Aérea de Tolemaida, Colômbia. O ensaio foi uma preparação para o exercício de transporte aéreo combinado de Emprego da Força Dinâmica, conhecido como Exercício Hidra II. (Foto: Soldado Joshua Taeckens, do Exército dos EUA)

A Escola de Lanceros foi criada pelo então Capitão Ralph Puckett, Ranger do Exército dos EUA, que ganhou recentemente uma medalha de honra por sua bravura em combate durante a Guerra da Coreia.

O General de Brigada William L. Thigpen, comandante geral do ARSOUTH, e o General de Exército Eduardo Enrique Zapateiro, comandante do Exército da Colômbia, observaram os paraquedistas participantes do salto aéreo combinado no primeiro dia do exercício.

“O Gen Bda Thigpen e eu estamos em campo hoje, trabalhando duro para desenvolver esse treinamento e torná-lo completamente interoperável”, disse o Gen Ex Zapateiro. “Poremos em prática todas as diversas habilidades e capacidades que fazem um grande soldado.”

A viagem à Colômbia foi a primeira do Gen Bda Thigpen a uma nação parceira do ARSOUTH, desde que ele assumiu o comando no dia 30 de junho de 2021, e lhe deu a oportunidade de ver em primeira-mão as capacidades operacionais e táticas do Exército da Colômbia.

“Queremos agradecer tanto ao Gen Ex Zapateiro como ao Exército da Colômbia por nos receberem”, disse o Gen Bda Thigpen. “Esse Emprego da Força Dinâmica é essencial para demonstrar prontidão com os exércitos dos EUA e da Colômbia.”

Como Comando do Componente Terrestre das Forças Conjuntas do SOUTHCOM, o ARSOUTH realiza operações e atividades de cooperação em segurança com os exércitos das nações parceiras na área de responsabilidade do SOUTHCOM, com o objetivo de fortalecer a segurança regional e combater as ameaças, em apoio a uma rede de defesa da pátria. Através de acordos prévios estabelecidos na conclusão dos diálogos de Estado-Maior entre os dois exércitos, a equipe do ARSOUTH planejou, coordenou, sincronizou e executou o DFE junto com a 82ª Divisão de Transporte Aéreo, que serviu como unidade operacional do exercício.

O Primeiro-Sargento Joseph Capen, do Exército dos EUA, chefe de saltos e sargento de pelotão da Companhia Charlie, 2º Batalhão do 501º Regimento de Infantaria de Paraquedistas (2-501º Batalhão), Equipe de Combate da 1ª Brigada, 82ª Divisão de Transporte Aéreo, falou sobre a eficiência dos paraquedistas colombianos com os quais ele treinou e saltou.

“Uma das coisas que mais gostei de ver foi como os seus militares e os nossos militares operam de maneira similar”, disse o 1º Sgt Capen. “Outra coisa, do ponto de vista tecnológico, foi que eles não utilizam os equipamentos mais novos e avançados, mas ainda assim são muito proficientes na maneira de operar taticamente. Foi bonito ver.”

A impressão positiva dos militares colombianos repercutiu nas fileiras dos paraquedistas dos EUA que participaram do exercício, pois foram impactados pelos diversos eventos de treinamento e intercâmbios culturais ocorridos durante a semana.

Na cerimônia de encerramento, o Tenente-Coronel do Exército dos EUA David Webb, comandante do 2-501º Batalhão, expressou sua gratidão e respeito pelos participantes militares do Exército da Colômbia que participaram do exercício de Emprego da Força Dinâmica.

“As Forças Armadas da Colômbia são a melhor força parceira com a qual trabalhei em 18 anos”, disse o Ten Cel Webb. “Eu rezo pela paz, mas estou sempre pronto para a guerra. Se eu tiver que combater uma guerra, eu teria orgulho de servir com cada um de vocês.”

Share