Panamá apreendeu 35 toneladas de drogas em 2012

Por Dialogo
janeiro 14, 2013


As autoridades do Panamá apreenderam, em 2012, 35 toneladas de drogas que os narcotraficantes transportavam da América do Sul para os Estados Unidos, informou em 10 de janeiro José Raúl Mulino, ministro da Segurança.

No decorrer de 2011, o total de apreensões de drogas foi de 39 toneladas, segundo registros oficiais. Nos últimos 13 anos o governo apreendeu ao todo 319 toneladas de drogas ilícitas. Desse total, em 2009 e 2010 foram apreendidas 54 toneladas a cada ano, a maior quantidade anual até o momento.

Segundo Mulino, os narcotraficantes variam as diversas rotas que utilizam para transportar a droga, de acordo com as operações das autoridades.

“Obviamente houve mudanças de rotas (devido à) gestão e presença policial nas estações navais hoje existentes e que patrulham a costa panamenha”, explicou Mulino.

Por este motivo, os narcotraficantes “tentam passar muito além” do mar territorial do Panamá, embora nem sempre escapem ao cerco policial, que conta com a ajuda de aeronaves que alertam sobre as embarcações suspeitas.

Mulino destacou também o declínio do percentual de homicídios ligados ao crime organizado no país.

O Panamá registrou, em 2012, uma taxa de 18 homicídios para cada 100 mil habitantes, o que indica uma queda de quase 3 pontos percentuais em um ano.

No entanto, Mulino alertou que, na proporção em que diminui a quantidade de drogas à venda nas ruas, as quadrilhas “emigram para outro tipo de ação criminosa”.



Share