Nova lancha hidrográfica ajuda Marinha do Chile a criar rotas de navegação seguras

New Hydrographic Vessel Helps Chilean Navy Create Safe Navigation Routes

Por Dialogo
fevereiro 15, 2016




O Serviço Hidrográfico e Oceanográfico (SHOA) da Marinha do Chile agora conta com a moderna lancha hidrográfica LH-02 do tipo Defender para realizar sondagens no fundo marinho. A embarcação ajudará o SHOA em uma de suas principais tarefas: estabelecer rotas de navegação seguras por meio do adequado mapeamento topográfico da superfície marinha.

“Esta nova embarcação conta com um equipamento hidrográfico de última geração”, diz o Contra-Almirante Patricio Carrasco, diretor do SHOA. “A Lancha Hidrográfica LH-02 permitirá desenvolver a caracterização do fundo oceânico de maneira detalhada em áreas próximas da costa, em profundidades entre 10 e 200 metros, realizando trabalhos em setores onde o acesso a navios maiores é difícil e arriscado.”

O barco permitirá à Marinha inspecionar os 4.200 quilômetros de litoral do país sul-americano. A LH-02 complementará os recursos existentes para a realização dos levantamentos hidrográficos atuais.

A navegação, o transporte marítimo, a pesca, a aquicultura, os esportes náuticos, o turismo, a segurança, a defesa nacional, as operações de busca e resgate, a delimitação marítima, a gestão e o desenvolvimento da zona costeira e a pesquisa científica marinha, entre outras atividades, “não poderiam ser realizadas com a devida segurança sem a cartografia náutica confiável e atualizada”, afirma o C Alte Carrasco.

A lancha foi construída pela empresa norte-americana SAFE Boats International, estabelecida próximo de Seattle (Washington), com um custo de 405 milhões de pesos chilenos (mais de US$ 578.000). Foi inaugurada oficialmente em 11 de dezembro de 2015 pela Direção-Geral do Território Marítimo e de Marinha Mercante (DIRECTEMAR) da Marinha do Chile, órgão ao qual está subordinado o SHOA.

Equipamento sofisticado


Uma lancha hidrográfica é uma embarcação projetada para realizar levantamentos batimétricos e observações ambientais complementares. Permite determinar a profundidade da área de operação e outros parâmetros descritivos da geografía marinha investigada.

Construída com casco de alumínio, a Lança Hidrográfica LH-02 tem 8,2 metros de comprimento e 2,6 metros de largura máxima. Tem capacidade para transportar 3,713 toneladas e alcança velocidade máxima de 46 nós. Seu equipamento hidrográfico inclui:


Sonar Multihaz: faz uma varredura do fundo oceânico para que se possa descrever sua geomorfologia.

Sensor de movimento: compensa os erros gerados pelo movimento da lancha durante sua operação, o que resulta em informações mais fidedignas sobre a superfície marinha.

Sonda perfiladora: descreve as condições de propagação do som na água para ajustar o sonar Multihaz às condições do momento.

Sonar de varredura lateral (portátil): gera uma imagem de alta resolução da topografia do leito marinho, focando-se nos lados da rota de navegação, complementando os registros feitos pelo sonar Multihaz.


Dados essenciais


Esses instrumentos fornecem informações detalhadas do fundo oceânico nas áreas próximas da costa, que sofrem variações devido a correntes, à erosão costeira e, no caso do Chile, particularmente, à atividade sísmica.

Em comparação com os navios da Marinha que também realizam sondagens, essa embarcação – devido ao seu menor calado e à maior capacidade de manobra – pode acessar e sondar zonas costeiras onde barcos maiores não conseguem ingressar. Seu peso e seu tamanho permitem que seja transportada por via terrestre ou aérea, caso não possa navegar até a área a ser pesquisada. Além disso, a lancha pode operar durante todo o ano sem restrição, inclusive no inverno.
Share