Forças de segurança do Paraguai apreendem mais de 41 toneladas de maconha

Forças de segurança do Paraguai apreendem mais de 41 toneladas de maconha

Por Juan Delgado/Diálogo
fevereiro 04, 2021

No dia 20 de novembro de 2020, a Secretaria Nacional Antidrogas (SENAD) do Paraguai anunciou a apreensão de mais de 41 toneladas de maconha em uma operação realizada no estado de Canindeyú.

“Uma operação realizada por membros da SENAD […] resultou em três incursões simultâneas efetuadas em zonas florestais de estabelecimentos rurais situados na localidade de Maracaná”, informou a SENAD um comunicado.

No primeiro ponto se descobriu um acampamento do narcotráfico localizado em um bosque, onde detectaram 8.993 quilos de maconha picada e 500 kg da droga prensada. Além disso, os agentes da SENAD encontraram prensas de ferro, guilhotinas e outros elementos para processar a cannabis.

“Em outro local de intervenção, também em uma região de bosques, encontraram escondidas embaixo de lonas 29.600 kg de maconha picada e 1.750 kg da erva prensada”, acrescentou a SENAD. Por fim, no terceiro local, uma propriedade rural, os agentes antidrogas confiscaram 620 kg de maconha.

Ao todo, a SENAD apreendeu 41.463 kg de maconha, efetuando um duro golpe contra o narcotráfico. A instituição informou que não houve detenções, pois, segundo informação de inteligência, os criminosos foram alertados da chegada dos agentes na área. No entanto, a SENAD afirmou que foi identificada a organização criminosa e que os trabalhos de investigação continuam.

A luta contra o narcotráfico deu resultados positivos no mês de novembro.

Por exemplo, em meados de novembro, a instituição anunciou a apreensão de mais de 7 toneladas de maconha no estado de Caaguazú. Agentes da SENAD também destruíram uma pista de pouso clandestina em Bahía Negra, estado de Alto Paraguai. E durante operações contra o microtráfico na cidade de Itá, estado Central, as forças de segurança encontraram um minilaboratório de cocaína em uma propriedade com “uma grande quantidade de cocaína”, informou o jornal paraguaio La Nación.

Além disso, no início de novembro, La Nación informou que durante uma operação combinada entre as autoridades paraguaias e brasileiras, a SENAD apreendeu mais de 350 toneladas de maconha. As incursões duraram cinco dias em várias regiões do estado de Amambay, na fronteira com o Brasil.

Share