Um morto e catorze feridos é o saldo de ataque das FARC

Por Dialogo
fevereiro 27, 2013

Um civil morto e catorze feridos, vários deles jovens em idade escolar, foi o saldo de um ataque com explosivos contra uma patrulha policial na Colômbia, no dia 25 de fevereiro, atribuído à guerrilha das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (FARC), com a qual o governo está negociando a paz, informaram autoridades civis e militares.



O ataque ocorreu em uma rua central da localidade de La Dorada San Miguel, no estado de Putumayo, fronteira com Equador e Peru.



“Mais uma vez as FARC, através da frente 48, praticam um ato de barbárie contra a população civil, quando um explosivo foi detonado durante a passagem de uma patrulha policial que estava perto de um restaurante”, disse aos jornalistas o Coronel Aureliano Ordoñez, comandante da polícia de Putumayo.



Por outro lado, o secretário de Governo de Putumayo, Javier Rosero, disse que o ataque causou a morte de um homem de 30 anos que passava pelo local.



“Foram também feridos três policiais, sete crianças que saíam da escola naquele momento e quatro adultos”, acrescentou o comandante.



As negociações entre as FARC e o governo do presidente Juan Manuel Santos acontecem sem que tenha sido decretado um cessar-fogo bilateral, ainda que a guerrilha tenha estabelecido uma trégua unilateral entre os dias 20 de novembro de 2012 e 20 de janeiro deste ano, como demonstração de “boa vontade” quanto ao diálogo de paz.






Quem disse que as FARC foram desmanteladas?
Share