Resposta da FAB crucial no apoio à população baiana

FAB Response Crucial in Support of Bahia Population

Por Dialogo
fevereiro 07, 2012


Mobilização. Flexibilidade. Pronta resposta. Essas são as armas utilizadas pela Força Aérea Brasileira (FAB) na Operação Bahia. Tão logo foi acionada, na quinta-feira (2), a FAB engajou seus esquadrões de transporte na missão de apoio ao governo da Bahia em razão da greve de policiais no estado.



Já na noite de quinta, um avião KC-137 (Boeing 707), do 2º Esquadrão do 2º Grupo de Transporte (2º/2º GT) decolou do Rio de Janeiro rumo a Brasília, onde embarcaram 150 homens da Força Nacional, que foram levados na mesma noite para Salvador.



O segundo avião do 2º/2º GT decolou na manhã de sexta-feira (3), da Base Aérea do Galeão, transportando 150 militares da Brigada Paraquedista do Exército.



“Nesta missão, rapidamente engajamos seis pilotos e 20 tripulantes, fora o pessoal de apoio e manutenção. Graças ao empenho de nossos militares, conseguimos contornar as panes que apareceram, sem qualquer prejuízo às missões. Mostramos que estamos sempre preparados para atender às demandas do nosso país”, afirma o Tenente-Coronel Paulo Sérgio dos Anjos Cunha, comandante do 2º/2º GT.



Ainda na sexta-feira, decolou da Base Aérea de Campo Grande (MS) uma aeronave C-105 Amazonas, do 1º Esquadrão do 15º Grupo de Aviação (1º/15º GAv), levando 50 policiais da Força Nacional.



Durante a noite, mais dois voos, cada um com 150 homens do Exército, saíram de Recife para Salvador. Em menos de 24 horas, a Força Aérea já havia transportado mais de 650 homens para auxiliar nos conflitos da capital baiana.



A FAB está terminando de executar todos os voos solicitados, no prazo estabelecido. E ainda mantemos nossos aviões à disposição para quaisquer novos acionamentos. Estamos sempre preparados para atender à população brasileira. Essa é a nossa missão”, afirma o Coronel Marcelo Mendes Ribeiro, chefe da programação de voos do COMGAR.






Share