Estados Unidos levam ajuda humanitária à Colômbia após o furacão Iota

Estados Unidos levam ajuda humanitária à Colômbia após o furacão Iota

Por Gabinete de Imprensa/USAID
novembro 25, 2020

Os Estados Unidos, através da Agência dos Estados Unidos para o Desenvolvimento Internacional (USAID), doaram US$ 100.000 para apoiar a resposta do governo da Colômbia na assistência à população afetada pelo furacão Iota. No dia 16 de novembro de 2020, a poderosa tempestade de categoria 5 passou sobre as ilhas colombianas de Providencia, San Andrés e Santa Catalina, onde fortes chuvas, inundações e marés altas causaram prejuízos generalizados.

Esses novos recursos permitirão a aquisição de equipamentos aos bombeiros e equipes de resposta a desastres, para retirar os escombros e comprar suprimentos para ajudar as famílias. Além disso, a USAID destacou uma Equipe de Resposta e Assistência em Desastres (DART, em inglês), no dia 17 de novembro, para comandar a resposta do governo dos EUA aos furacões Eta e Iota. Essa equipe de elite tem membros em toda a região atingida, inclusive na Colômbia, que estão avaliando os prejuízos, identificando as necessidades e prestando assistência urgentemente necessária.

Os Estados Unidos, através da USAID, doaram mais de US$ 17 milhões em ajuda para salvar as vidas das pessoas atingidas pelos dois furacões na Colômbia e nas repúblicas da Guatemala, Honduras e Nicarágua. Isso inclui o fornecimento de abrigos de emergência, alimentos, suprimentos de higiene, itens essenciais de ajuda e proteção para as pessoas mais vulneráveis.

Como líder humanitário mundial, os Estados Unidos continuam comprometidos a prestar assistência e salvar vidas. Esse é um valor essencial dos EUA para ajudar os necessitados, e a USAID continuará ajudando o povo colombiano e outras populações devastadas pelas tempestades.

Share