Estados Unidos doam respiradores para a Colômbia combater a COVID-19

Estados Unidos doam respiradores para a Colômbia combater a COVID-19

Por Embaixada dos EUA na Colômbia
julho 09, 2020

O governo dos Estados Unidos, através da Agência dos EUA para o Desenvolvimento Internacional (USAID, em inglês), entregou à Colômbia, no dia 1º de julho, 200 respiradores portáteis para as unidades de tratamento intensivo.

Os respiradores, fabricados nos EUA, são equipamentos médicos altamente especializados, de última geração e compactos, para o tratamento dos pacientes infectados e com sintomas graves da COVID-19. A doação da USAID também inclui a capacitação para o uso correto desse equipamento especializado e sua manutenção.

O embaixador dos EUA na Colômbia, Philip S. Goldberg, disse: “Durante mais de meio século, os Estados Unidos têm sido o maior contribuinte para a segurança sanitária mundial e assistência humanitária. Na verdade, fomos o primeiro país a doar à Colômbia 15 respiradores no início dessa crise e, com essa nova remessa, os Estados Unidos são o país que contribuiu com a maior quantidade de respiradores para a Colômbia e são um exemplo do espírito de generosidade do povo norte-americano, enquanto lutamos contra esse vírus em casa, nos EUA, e no exterior, junto com as nações parceiras.”

Além dessa doação, os Estados Unidos disponibilizaram mais de US$ 30 milhões em ajuda para combater a pandemia. Através da USAID, foram equipados centros de saúde e hospitais na costa do Pacífico de Nariño (Tumaco, Barbacoas, Francisco Pizarro) e em Catatumbo, incluindo a distribuição de alimentos e transferências monetárias nas zonas com a maior concentração de migrantes venezuelanos e nas comunidades indígenas.

Os Estados Unidos oferecem apoio para salvar vidas, em coordenação com o governo da Colômbia e outras partes interessadas, para identificar as áreas prioritárias para esses investimentos. Como uma ameaça de doença infecciosa em qualquer lugar pode se transformar em uma ameaça em todos as partes, os Estados Unidos insta outros doadores para que contribuam ao esforço global para combater a COVID-19.

Share