Conclusão da assistência da aviação da JTF-Bravo

Conclusão da assistência da aviação da JTF-Bravo

Por Capitão da Força Aérea dos EUA Rachel Salpietra/Força-Tarefa Conjunta Bravo
novembro 16, 2020

Após quase duas semanas de missões de socorro em casos de desastre, o pessoal designado para a Força-Tarefa Conjunta Bravo (JTF-Bravo, em inglês) culmina as operações de resgate e assistência aérea nas áreas afetadas pelo furacão Eta em Honduras, Guatemala e Panamá.

“A Força-Tarefa Conjunta Bravo tem orgulho de ter trabalhado ao lado dos nossos parceiros durante esse tempo desafiante, em apoio às operações de resgate das pessoas afetadas por esta tempestade devastadora”, disse o Tenente-Coronel do Exército dos EUA Adam Bock, comandante do 1º Batalhão do 228º Regimento de Aviação.

A JTF-Bravo, em estreita coordenação com as equipes e forças de salvamento dos governos das nações anfitriãs, pode apoiar 136 missões, ajudar no resgate de 289 cidadãos e no transporte de mais de 171 milhões de quilos de suprimentos para salvar vidas. A equipe também transportou 85 socorristas para áreas isoladas pela passagem da tempestade.

As equipes regressaram à Base Aérea de Soto Cano, em Honduras, para coordenar a prontidão operacional em antecipação à tempestade tropical Iota, que ameaça a região.

“Com uma segunda tempestade que está chegando, é importante que as nossas equipes regressem à base, para que possamos reagrupar-nos e adotar uma melhor postura para nos destacarmos rapidamente quando a chamada chegar”, disse o Coronel do Exército dos EUA John D. Litchfield, comandante da JTF-Bravo. “Nosso objetivo será sempre salvar o maior número de vidas possível, e regressar à nossa estação de origem agora, coloca-nos em uma posição melhor para fazê-lo.”

A JTF-Bravo se engaja em compromissos bilaterais e multinacionais com parceiros da América Central para preparar as forças militares dos EUA, bem como as da nação anfitriã, para enfrentarem em conjunto desastres e emergências. O Batalhão 1-228 treina frequentemente, tanto na base como em toda a América Central, e tem a capacidade de se integrar com as forças das nações parceiras para uma resposta rápida, combinada e unificada.

Share