Exército Nacional da Colômbia apreende armas destinadas às FARC

Por Dialogo
fevereiro 09, 2015



O Exército Nacional da Colômbia registrou recentemente uma importante vitória contra as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (FARC), com a apreensão de uma variedade de armas de alta potência destinadas ao grupo terrorista.

Na operação, soldados da Força-Tarefa Pégaso confiscaram 16 lançadores de granadas antitanque, um lançador de foguetes e 470 granadas em um caminhão abandonado no município de Aldana, no estado de Nariño, que faz fronteira com o Equador, de acordo com o general Luis Fernando Rojas, comandante da força-tarefa.

As armas eram destinadas à Frente 29 das FARC, que poderiam tê-las utilizado para atacar estradas, veículos blindados, instalações militares e aviões em voo.

O motorista do caminhão fugiu do local antes que pudesse ser detido.

Em outra missão, soldados da Força-Tarefa Pégaso continuaram fazendo avanços significativos na luta contra o narcotráfico, com o desmantelamento de um laboratório usado para processar pasta de cocaína em uma aldeia no município de Policarpa, também em Nariño. As tropas confiscaram uma série de equipamentos e suprimentos para produzir cocaína, incluindo 12 quilos de nitrato de sódio.

O Exército não divulgou a que grupo narcotraficante pertencia o laboratório ou houve capturas de suspeitos durante a operação.

Em uma terceira missão, no município de Turbo, no estado de Antioquia, soldados do Batalhão Nº 47 da 17ª Brigada de Infantaria do Exército desmantelaram um laboratório clandestino utilizado pela Companhia Aurelio Rodríguez, da Quinta Frente das FARC, para transformar pasta de coca em cocaína.

Os soldados apreenderam 38 litros de xarope de coca, 250 kg de folhas de coca (principal ingrediente usado na produção de cocaína), 416 litros de gasolina e 3,8 l de fertilizantes, além de outros suprimentos. O Exército não divulgou se houve capturas.

As FARC utilizam recursos provenientes do tráfico de drogas para financiar suas operações terroristas.


O Exército Nacional da Colômbia registrou recentemente uma importante vitória contra as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (FARC), com a apreensão de uma variedade de armas de alta potência destinadas ao grupo terrorista.

Na operação, soldados da Força-Tarefa Pégaso confiscaram 16 lançadores de granadas antitanque, um lançador de foguetes e 470 granadas em um caminhão abandonado no município de Aldana, no estado de Nariño, que faz fronteira com o Equador, de acordo com o general Luis Fernando Rojas, comandante da força-tarefa.

As armas eram destinadas à Frente 29 das FARC, que poderiam tê-las utilizado para atacar estradas, veículos blindados, instalações militares e aviões em voo.

O motorista do caminhão fugiu do local antes que pudesse ser detido.

Em outra missão, soldados da Força-Tarefa Pégaso continuaram fazendo avanços significativos na luta contra o narcotráfico, com o desmantelamento de um laboratório usado para processar pasta de cocaína em uma aldeia no município de Policarpa, também em Nariño. As tropas confiscaram uma série de equipamentos e suprimentos para produzir cocaína, incluindo 12 quilos de nitrato de sódio.

O Exército não divulgou a que grupo narcotraficante pertencia o laboratório ou houve capturas de suspeitos durante a operação.

Em uma terceira missão, no município de Turbo, no estado de Antioquia, soldados do Batalhão Nº 47 da 17ª Brigada de Infantaria do Exército desmantelaram um laboratório clandestino utilizado pela Companhia Aurelio Rodríguez, da Quinta Frente das FARC, para transformar pasta de coca em cocaína.

Os soldados apreenderam 38 litros de xarope de coca, 250 kg de folhas de coca (principal ingrediente usado na produção de cocaína), 416 litros de gasolina e 3,8 l de fertilizantes, além de outros suprimentos. O Exército não divulgou se houve capturas.

As FARC utilizam recursos provenientes do tráfico de drogas para financiar suas operações terroristas.
Share