Exército da Colômbia e Exército dos EUA unem esforços para ajudar a população colombiana

Colombian Military, U.S Army Civil Affairs Team Up to Help Colombian Residents

Por Dialogo
maio 04, 2012


Na cidade de La Macarena, localizada a cerca de 270 quilômetros ao sul de Bogotá, os serviços médicos são escassos.

Localizada no estado de Meta, o único acesso à cidade é por via aérea. La Macarena é cercada por fazendas e isolada das principais cidades do país.

Para ajudar os residentes desta cidade, o Exército colombiano, com o apoio de um grupo de soldados para Assuntos Civis do Exército norte-americano e uma organização médica não governamental com sede em Bogotá, denominada “Patrulha Aérea Civil Colombiana” ou PAC, realizaram um Programa Cirúrgico de Ação Civil nos dias 27 e 28 de abril.

Conhecido como SURGCAP, este tipo de evento é realizado com o objetivo de melhorar a qualidade de vida desses cidadãos e propiciar-lhes serviços médicos.

Os soldados colombianos cuidam da segurança na região, enquanto os médicos e a equipe de saúde da PAC, com o auxílio dos Soldados para Assuntos Civis dos EUA lotados na Companhia B, 98º Batalhão, 95ª Brigada para Assuntos Civis (Transporte Aéreo), normalmente sob o controle operacional do Comando Sul de Operações Especiais, baseado em Homestead, Flórida, forneceram atendimento médico e serviços de cirurgia geral gratuitos a mais de 1.000 cidadãos colombianos durante os dois dias do evento. O SOCSOUTH é o componente de operações especiais do Comando Sul dos EUA.

Durante os dois dias do SURGCAP, centenas de pessoas reciberam serviços médicos em um hospital e uma escola de La Macarena. Os serviços incluíram pediatria, dermatologia, clínica geral, optometria, oftalmologia, odontologia e cirurgia geral para remover ou corrigir problemas tais como hérnias, cataratas e lipomas, que são um tipo de tumor benigno não cancerígeno que se desenvolve a partir das células de gordura do organismo.

“Quando planejamos eventos como este, reunimo-nos com nossa força tarefa e membros da Embaixada dos EUA para determinar as regiões que necessitam desses tipos de serviços”, disse o militar colombiano, o Primeiro-Tenente Diego Mauricio Quintero Franco, que serviu como oficial de operações durante o evento. “Estamos aqui para trazer soluções para alguns dos problemas de saúde desta comunidade e mostrar às pessoas que nos preocupamos com elas”.

A PAC foi fundada há mais de 40 anos por um grupo de pilotos de buscas e resgate. É uma organização de médicos e pilotos voluntários que fornecem atendimento médico para diversas comunidades selecionadas em toda a Colômbia. Eles trabalham com o Exército dos EUA há dez anos.

A Dra. Adriana Piquero Echeveri, diretora-geral da PAC, disse que a missão da organização é prover cuidados médicos aos necessitados nas localidades mais remotas do país.

“Nossa organização baseia-se no auxílio às pessoas que não têm acesso a esse tipo de atendimento médico nas localidades remotas do país”, disse ela. “Mantemos um excelente relacionamento com os membros de Assuntos Civis dos EUA e, sem o seu apoio, este evento médico não teria sido possível”.

Para Carlos Lopez, este evento não poderia ter acontecido em melhor hora. O homem de meia-idade não tem podido trabalhar devido a dores e desconforto. Sofrendo de hérnia inguinal, que se forma no baixo abdômen, Lopez não consegue trabalhar há três anos. Este SURGCAP foi o que ele esperava.

“Estou muito satisfeito com os serviços que estou recebendo”, disse ele. “Somos pessoas muito pobres e aproveitamos toda e qualquer ajuda que pudermos ter. Sou grato por este dia e a todos aqueles que nos ajudam”.

Soldados dos EUA que participam da equipe CA, com base em Fort Bragg, Carolina do Norte, vêm trabalhando com seus parceiros colombianos há oito meses. A relação de trabalho entre eles proporcionou dois importantes benefícios. O primeiro foi a ajuda para planejar eventos como este e prestar assistência com a compra de remédios e dos suprimentos médicos básicos. O segundo foi a continuação do aumento da capacidade dos militares colombianos, mostrando-lhes os efeitos positivos do trabalho com os diferentes governos e agências civis.

Passados os dois dias do evento, mais de 1.000 cidadãos realizaram exames médicos e mais de 150 cirurgias gerais foram conduzidas pelos voluntários que trabalham para a PAC.



Share