Colômbia fica em primeiro lugar e EUA em segundo no Fuerzas Comando 2018

Colombia Takes First Place; U.S. is Runner-Up in Fuerzas Comando 2018

Por Marcos Ommati/Diálogo and Special Operations Command South Public Affairs
julho 27, 2018

Quando Diálogo perguntou ao General-de-Brigada do Exército da Colômbia Juan Pablo Forero para qual equipe ele torcia, o líder da direção de Exercícios e Assuntos de Coalizão do Comando Sul dos EUA (SOUTHCOM) disse: “Sei que agora eu tenho dois países pelos quais torcer, mas a Colômbia será sempre o primeiro, ficando os Estados Unidos logo após, em segundo lugar.” A conversa ocorreu no oitavo dia – 23 de julho – do Fuerzas Comando 2018, e o Gen Bda Forero estava certo. Dois dias depois, a competição terminou com os colombianos recebendo o troféu, com 2.885 pontos, e os Estados Unidos em segundo lugar, com 2.605 pontos. O Equador, o Brasil e Honduras vieram em seguida com uma pequena diferença de pontos entre eles.

Nove dias de competição

As Forças de Operações Especiais militares e policiais da Argentina, de Belize, do Chile, da Costa Rica, de El Salvador, da Guatemala, do Haiti, da Jamaica, da Nicarágua, do Panamá, do Paraguai, do Peru, da República Dominicana e de Trinidad e Tobago também participaram do evento entre os dias 16 e 26 de julho de 2018. A competição exaustiva, com duração de nove dias, testou as forças de elite em aptidão física, pontaria, habilidades aquáticas e capacidades táticas, encerrando com uma cerimônia de premiação no dia 26 de julho para premiar as melhores equipes em cada categoria.

“É uma grande honra estar aqui”, disse o Coronel do Exército dos EUA Brian Greata, comandante adjunto do Comando de Operações Especiais, Sul (SOCSOUTH, em inglês). “Essa competição nos dá a oportunidade de criar e fortalecer relações com os profissionais de operações especiais de nossa região, para enfrentar os desafios do crime e do terrorismo.” O Panamá sediou o Fuerzas Comando pela primeira vez em 2018, sendo esta a 14ª edição do evento. A competição multinacional das Forças de Operações Especiais, patrocinada pelo SOUTHCOM e dirigida pelo SOCSOUTH, foi realizada no Instituto Superior Policial do Panamá.

Seminário de líderes seniores

Um Seminário de Líderes Seniores foi realizado simultaneamente à competição. Na edição 2018, autoridades seniores militares e governamentais de mais de 20 nações se reuniram na Cidade do Panamá de 23 a 25 de julho para discutir a respeito das possibilidades de aumentar a cooperação regional e hemisférica e do impacto que as ameaças das redes transnacionais e transregionais têm sobre a segurança e a estabilidade da região.

Alexis Bethancourt, ministro da Segurança Pública do Panamá, abriu o evento e expressou a importância de se enfrentar os desafios do futuro com a criação de um sistema de segurança coletiva para combater as ameaças do terrorismo, do tráfico de drogas e do crime organizado transnacional. O objetivo principal do evento, ele acrescentou, é buscar soluções fortalecidas através de mecanismos de cooperação para defender o hemisfério ocidental. “A segurança do hemisfério é um compromisso conjunto e fóruns como esse são muito importantes para um diálogo e um intercâmbio abertos”, disse ele.

“O Fuerzas Comando é extremamente valioso para as relações entre os membros das forças de operações especiais dos diversos países e uma oportunidade para fortalecer os laços de amizade e o intercâmbio de informações entre eles”, disse à Diálogo o General-de-Brigada do Exército do Paraguai Eulogio Ramón Nortega Peña, comandante da Primeira Divisão de Infantaria e veterano do Fuerzas Comando. O Paraguai sediou o evento em 2006 e 2017.

O exercício e Seminário de Líderes Seniores fortalece a cooperação regional e multinacional, a confiança mútua, a prontidão e a interoperacionalidade das forças de operações especiais do hemisfério ocidental. O Fuerzas Comando é realizado anualmente de maneira alternada nas nações parceiras desde 2004, para uma demonstração de aptidão física, pontaria, capacidades táticas, trabalho em equipe e cooperação.


Share