Carabineiros e Marinha do Chile apreendem grande quantidade de maconha

Carabineiros e Marinha do Chile apreendem grande quantidade de maconha

Por Guillermo Saavedra/Diálogo
janeiro 11, 2022

Select Language

No início de dezembro de 2021, o Ministério do Interior e Segurança Pública do Chile anunciou, em um comunicado, a apreensão de 3.500 quilos de maconha tipo creepy, considerada a mais importante dos últimos dois anos no país. A apreensão ocorreu na região de Valparaíso no âmbito da Operação Cerbero, após meses de investigações.

Um trabalho especializado antidrogas, coordenado entre a Procuradoria Regional de Valparaíso, a Direção Geral do Território Marítimo e a Marinha Mercante (Directemar) da Marinha do Chile e o Departamento Antidrogas OS7 dos Carabineiros do Chile, permitiu desmantelar uma organização do narcotráfico integrada por cidadãos colombianos residentes no país que operava entre a Colômbia e a zona central do Chile, informou o Ministério. Além disso, foi possível estabelecer as coordenações realizadas no Chile para a recepção e posterior comercialização da droga.

Em um comunicado, a Directemar informou que durante a operação foram detidos 10 indivíduos, todos colombianos, que foram formalizados pela justiça e postos em prisão preventiva por um prazo de 90 dias para investigações.

De acordo com o jornal chileno La Tercera, o procurador de Valparaíso explicou que a droga havia sido embarcada no dia 26 de outubro na zona sul da Colômbia e levada a uma embarcação que a transportou até o Chile, na zona de Chacalluta, no norte. O jornal explicou que a operação foi possível com o apoio das procuradorias de outros países, incluindo Peru e Equador.

No início de novembro, a organização criminosa começou a fazer os preparativos para a distribuição da droga, mas os Carabineiros e a Marinha já tinham a quadrilha sob sua mira, com agentes secretos e o uso de drones e câmeras especializadas. “Dessa forma, e depois de identificar as pessoas que lideravam essa importação, foi realizada uma operação no dia 26 de novembro, no momento em que eram entregues 900 kg da droga a dois grupos de distribuidores no Chile”, destacou La Tercera.

O General Inspetor Esteban Díaz, subdiretor dos Carabineiros, disse que a quadrilha colombiana “pretendia se estabelecer no Chile, mas foi totalmente desmantelada”. No entanto, o ministro do Interior, Rodrigo Delgado, destacou a investigação como complexa ao ter que coordenar um trabalho interagencial não apenas no âmbito nacional, mas também no internacional.

“A tríade armas, violência e drogas, hoje em dia, sofre um importante revés e é uma importante mensagem às organizações internacionais que pretendem levar drogas para o Chile, para que pensem mais de uma vez”, disse Delgado, segundo La Tercera.

Share