Brasil investirá 37 milhões de reais em plano de segurança para as fronteiras

Brazil to Invest 37 Million Reais in Border Security Plan

Por Dialogo
dezembro 15, 2011


O ministro da Justiça do governo brasileiro assinou termos de adesão de 11 estados da Federação ao Plano Estratégico de Fronteiras que possibilitará o acesso a recursos de 37 milhões de reais para investimentos em segurança. O plano é coordenado pela pasta da Justiça, associada à Defesa, e pretende deter o tráfico de armas e drogas proveniente dos países vizinhos.

Todos os estados envolvidos já apresentaram projetos de integração que estão sendo analisados pela Secretaria Nacional de Segurança Pública (SENASP), órgão que articula as ações do governo federal com os estados.

O plano estratégico contará com a atuação das Forças Armadas e de Segurança. Atualmente, duas operações de caráter permanente atuam contra ações ilícitas nas regiões de fronteiras do país: a Operação Sentinela e a Operação Ágata.

Segundo o ministro da Justiça, os países fronteiriços responderam de forma positiva aos planos do Brasil de combate ao narcotráfico e tráfico de armas. Ele afirmou ainda que se reuniu com responsáveis da Justiça e Interior do Mercosul, ocasião na qual foram assinados importantes pactos voltados para a Segurança de Fronteiras. Um deles é o acordo entre o Paraguai e a Argentina.

Assinaram a adesão ao plano estratégico os representantes dos estados: Acre, Amapá, Amazonas, Pará, Rondônia, Roraima, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Paraná, Rio Grande do Sul e Santa Catarina.



Share