Gendarmaria Argentina apreende mais de 4 toneladas de maconha

Gendarmaria Argentina apreende mais de 4 toneladas de maconha

Por Juan Delgado/Diálogo
julho 22, 2021

No dia 21 de junho, a Gendarmaria Nacional Argentina (GNA) apreendeu mais de 4 toneladas de maconha na província de Misiones, na fronteira com o Paraguai. As autoridades encontraram a maconha durante operações de controle e vigilância da fronteira, informou a GNA em vários comunicados.

Durante a primeira operação, uma patrulha de gendarmes localizou uma camionete que estava presa em uma estrada de terra perto da Rota Provincial No 13, em cujo interior encontraram vários pacotes que continham 1.085 quilos de maconha, informou a instituição.

Os gendarmes argentinos encontraram mais de 1 tonelada de maconha no interior de um caminhão abandonado em uma estrada de terra na província de Misiones, no dia 21 de junho de 2021. (Foto: Gendarmaria Nacional Argentina)

Durante outra patrulha a pé, unidades da GNA encontraram maconha nas proximidades da Rota Provincial No 227, a umas centenas de metros de distância da Rota Nacional No 12. No local foram detectados 131 sacos com 4.825 pacotes contendo 3.335 kg de maconha.

A GNA vem realizando importantes destacamentos com resultados positivos para neutralizar o narcotráfico em suas fronteiras, destacou o Ministério da Segurança da Argentina em sua página oficial. Em meados de junho, o Ministério da Segurança anunciou a incineração de mais de 22 toneladas de maconha que as forças argentinas apreenderam nas províncias de Misiones e Corrientes, no primeiro semestre de 2021.

“A incineração de substâncias [ilícitas] é resultado da investigação criminal e dos destacamentos preventivos para neutralizar o narcotráfico”, informou o Ministério da Segurança em sua conta no Twitter.

Em uma investigação em março de 2021, a InSight Crime, uma organização internacional que relata sobre as ameaças à segurança na América Latina, aponta Misiones e Corrientes como as duas províncias mais importantes para o tráfico ilegal de maconha na Argentina. De acordo com a organização, a maconha é introduzida em grandes quantidades em Misiones através do Rio Paraná. Cerca de 60 por cento das apreensões de maconha no país ocorrem nessa província do nordeste. A maconha também é contrabandeada em Corrientes e em seguida levada ao interior, acrescentou a InSight Crime.

A GNA reconhece a ministra Sabina Frederic por seu papel na luta contra o narcotráfico. “Desde que assumiu a pasta da Segurança da nação [em dezembro de 2019], as políticas contra o narcotráfico deram uma grande virada no país: as operações das forças de segurança federais se concentraram na neutralização da produção, colheita e comercialização realizadas pelas organizações criminosas”, informou um comunicado da instituição.

Os gendarmes argentinos encontraram mais de 1 tonelada de maconha no interior de um caminhão abandonado em uma estrada de terra na província de Misiones, no dia 21 de junho de 2021. (Foto: Gendarmaria Nacional Argentina)

Share