República Dominicana apreende 1,7 tonelada de cocaína

República Dominicana apreende 1,7 tonelada de cocaína

Por Lorena Baires/Diálogo
fevereiro 22, 2021

A República Dominicana apreendeu 1.763 quilos de cocaína em quatro operações realizadas entre 1º e 22 de dezembro de 2020, graças à coordenação da Direção Nacional de Controle de Drogas (DNCD) e do Ministério Público.

Oficiais dominicanos descarregam 162 kg de cocaína, interceptados em uma lancha rápida proveniente da América do Sul, no dia 22 de dezembro de 2020. (Foto: Direção Nacional de Controle de Drogas da República Dominicana)

No dia 22 de dezembro, unidades aéreas e marítimas da DNCD comunicaram a apreensão de 162 kg de cocaína que eram transportados em uma lancha rápida a 5 milhas náuticas em La Ciénaga, província de Barahona.

A maior quantidade foi detectada no dia 10 de dezembro, quando os militares dominicanos impediram que um contêiner com 1.186 kg de cocaína zarpasse do Porto Multimodal Caucedo rumo à Europa. As autoridades apreenderam 38 pacotes com a droga, escondidos em um carregamento de café procedente da América Central. Além disso, encontraram quatro pistolas calibre 9mm, cinco carregadores, três caixas de munições e dois coletes à prova de balas.

“Foi uma das maiores apreensões deste ano [2020] nesse porto”, disse à Diálogo Carlos Devers, porta-voz da DNCD. Essa modalidade de contrabando é conhecida como gancho cego, que é “um método de ocultamento que utiliza contêineres para o tráfico ilegal de drogas. Nem o remetente nem o destinatário sabem que a carga está sendo utilizada para transportar mercadorias ilícitas”, explica em seu portal o Gabinete das Nações Unidas para Drogas e Crimes.

Em outra operação, a DNCD informou no dia 7 de dezembro que uma equipe de mergulhadores havia localizado 55 kg de cocaína em dois pacotes presos a uma embarcação procedente da Jamaica, com destino a Porto Rico.

No dia 3 de dezembro, as autoridades interceptaram uma embarcação que transportava 360 kg de cocaína no litoral do município de Bayahibe. Dois dominicanos foram detidos e enviados à prisão, finalizou a DNCD.

Share