Paraguai: agentes antidrogas destroem mais de nove toneladas de maconha que seriam enviadas para o Brasil

Paraguai: agentes antidrogas destroem mais de nove toneladas de maconha que seriam enviadas para o Brasil

Por Eduardo Szklarz/Diálogo
agosto 06, 2020

A Secretaria Nacional Antidrogas (SENAD) do Paraguai intensificou as operações contra as redes de narcotraficantes que enviam drogas para o Brasil. No dia 19 de junho, os agentes invadiram uma propriedade rural na localidade de Yby Yaú, no estado de Concepción, e destruíram mais de 9 toneladas de maconha que seriam enviadas para o país vizinho.

Em outra operação, os agentes da SENAD apreenderam 906 kg de maconha que também teriam o Brasil como destino. (Foto: Secretaria Nacional Antidrogas do Paraguai)

Os agentes apreenderam na propriedade 122 quilos de maconha picada, distribuída em 14 sacos, e 500 kg de maconha picada escondida em baixo da terra, além de 7 kg de sementes. Eles também destruíram 3 hectares de plantação de cannabis, equivalentes a 9.000 kg de drogas.

“Isso significa a eliminação de 9.622 kg de maconha, que se presume tivessem como destino o mercado brasileiro”, informou a SENAD em um comunicado. A justiça paraguaia ordenou a incineração das plantações destruídas.

No dia 18 de junho, uma operação conjunta da Marinha do Paraguai e da SENAD deteve um menor de idade que pretendia levar 65 kg de maconha para o Brasil, quando os militares patrulhavam a zona ribeirinha conhecida como bairro San Miguel.

“Aparentemente, o menor aguardava uma embarcação para levar um carregamento de maconha pelo Rio Paraná, com destino ao Brasil”, informou a SENAD. Parte da droga era prensada e parte era cannabis picada embalada a vácuo.

No dia 14 de junho, em outra propriedade rural de Yby Yaú, os agentes antidrogas apreenderam um carregamento de maconha que também era preparado para ser enviado para o país vizinho. “Em uma região de bosques, eles avistaram um grupo de pessoas que imediatamente efetuaram disparos contra a comitiva e depois fugiram”, disse a SENAD.

Os agentes encontraram 906 kg de maconha prensada, distribuída em 39 bolsas.

Share