• Home »
  • Ameaças Transnacionais »
  • Navio de 54 anos da Guarda Costeira apreende mais de 490 quilos de presumida cocaína em um barco de contrabando na costa da América Central

Navio de 54 anos da Guarda Costeira apreende mais de 490 quilos de presumida cocaína em um barco de contrabando na costa da América Central

Navio de 54 anos da Guarda Costeira apreende mais de 490 quilos de presumida cocaína em um barco de contrabando na costa da América Central

Por 11º Distrito do Sudoeste Pacífico da Guarda Costeira dos EUA
junho 03, 2020

Um navio de 54 anos da Guarda Costeira confiscou mais de 490 quilos de presumida cocaína, em meados de maio, avaliada em US$ 18,7 milhões, em uma lancha rápida nas águas internacionais do Oceano Pacífico, na costa da América Central.

Uma lancha é vista no Oceano Pacífico do Leste, na costa da América Central, em meados de maio de 2020. A tripulação da Guarda Costeira confiscou mais de 490 quilos de presumida cocaína, com um valor estimado de US$ 18,7 milhões, em uma lancha rápida nas águas internacionais do Oceano Pacífico, na costa da América Central. (Foto: Guarda Costeira dos EUA)

Uma aeronave de patrulha marítima identificou uma embarcação suspeita e avisou a tripulação a bordo do Navio USCGC Confidence (WMEC-619) da Guarda Costeira sobre a localização do barco.

Quando chegou no lugar, a tripulação do USCGC Confidence iniciou a perseguição aos suspeitos contrabandistas, que começaram a lançar a carga ao mar. Quando os suspeitos delinquentes acataram as ordens e pararam o barco, a tripulação da Guarda Costeira subiu a bordo do navio e encontrou aproximadamente 490 kg de cocaína. Três suspeitos contrabandistas a bordo da embarcação foram detidos.

No dia 1º de abril, o Comando Sul dos EUA iniciou operações avançadas antinarcóticos no hemisfério ocidental para deter o fluxo de drogas, em apoio aos Objetivos Presidenciais de Segurança Nacional. Diversas agências dos EUA dos departamentos de Defesa, Justiça e Segurança Nacional cooperaram no esforço para combater o crime organizado transnacional. A Guarda Costeira, a Marinha, o Serviço de Alfândega e Proteção de Fronteiras, o FBI, a Administração para o Controle de Drogas e o Departamento de Imigração e Controle de Fronteiras dos EUA, junto com agências parceiras e aliadas internacionais, desempenham um papel essencial nas operações antidrogas.

A luta contra os cartéis de drogas no Oceano Pacífico do Leste requer uma unidade de esforços em todas as suas fases, desde a detecção, o monitoramento e as interdições, até os processos criminais iniciados pelos parceiros internacionais e gabinetes das procuradorias dos EUA em todos os distritos da nação. A fase de manutenção da ordem pública das operações de combate às drogas no Oceano Pacífico do Leste é realizada sob a autoridade do 11º Distrito da Guarda Costeira, com sede em Alameda. As interdições, incluindo as abordagens atuais, são lideradas e conduzidas por membros da Guarda Costeira dos EUA.

Share