Peru: agentes apreendem quase 10 toneladas de insumos químicos para fabricação de cocaína

Peru: agentes apreendem quase 10 toneladas de insumos químicos para fabricação de cocaína

Por Eduardo Szklarz/Diálogo
março 22, 2021

No dia 5 de fevereiro, agentes da Polícia Nacional do Peru (PNP) apreenderam quase 10.000 quilos de insumos químicos utilizados na fabricação de cocaína em um laboratório clandestino do estado de Cuzco.

O laboratório funcionava em uma residência no distrito de Pichari, no vale produtor de coca formado pelos rios Apurímac, Ene e Mantaro.

No dia 3 de fevereiro, a PNP confiscou 50 pacotes com mais de 100 kg de maconha no distrito de Mariano Damaso Beraún, estado de Huánuco. (Foto:  Polícia Nacional do Peru)

“Em flagrante delito, foram detidos três indivíduos no interior do laboratório artesanal”, informou a PNP em um comunicado.

Havia ali ácido sulfúrico, bissulfeto de sódio, soda cáustica e nitrato de amônia, entre outras substâncias utilizadas na fabricação do alcaloide de cocaína, informou o site peruano Jornada.

Os agentes também encontraram uma escopeta com 23 munições, uma balança, um moedor manual, um macaco hidráulico, um fogão e balões de gás. Os materiais foram todos destruídos.

A ação ocorreu no âmbito do Plano Fortaleza 2021, fruto da colaboração da PNP, dos governos locais e da Superintendência Nacional de Controle de Serviços de Segurança, Armas, Munições e Explosivos de Uso Civil.

No dia 3 de fevereiro, em outra operação do Plano Fortaleza 2021, os agentes da PNP confiscaram 50 pacotes com mais de 100 kg de maconha no distrito de Mariano Damasco Beraún, estado de Huánuco. “Dois indivíduos foram detidos”, informou a PNP.

Nesse mesmo dia, os agentes apreenderam um caminhão de uma empresa de transportes com 21 kg de maconha que seriam enviados a Lima. O veículo, que passava pela estrada Los Libertadores, no distrito de Huancano, transportava a droga escondida na carroceria.

No dia 2 de fevereiro, a força policial apreendeu 497 pacotes em formato de tijolos com cocaína, mas seu peso ainda não foi informado. “Os pacotes estavam no interior de dois contêineres. A droga tinha como destino a Guatemala e o México”, informou a PNP.

Share