O General de Exército da Colômbia Luis Fernando Navarro Jiménez, comandante geral das Forças Militares,conversou com Diálogo durante sua participação na Conferência Sul-Americana de Defesa 2019 (SOUTHDEC, em inglês), realizada em Natal, Brasil, entre 20 e 22 de agosto de 2019.
A JIATF-Sul promove a cooperação interagencial entre as nações parceiras e as agências dos EUA para derrotar as organizações criminosas internacionais.
Diálogo conversou com o Tenente-Brigadeiro do Ar Raul Botelho, Comandante do Estado-Maior Conjunto das Forças Armadas do Brasil.
Durante a comemoração do centenário da Força Aérea Colombiana, a instituição ressalta seu papel decisivo na eliminação do conflito interno, na assistência humanitária e na cooperação internacional.
O Almirante de Esquadra da Marinha dos EUA Craig S. Faller, comandante do Comando Sul dos Estados Unidos (SOUTHCOM), visitou a Argentina no final de junho.
Melhor treinamento e profissionalização para os mais de 40.000 homens e mulheres que compõem o Exército do Chile.
O Comando de Operações Especiais, Sul trabalha com seus parceiros latino-americanos para promover o desenvolvimento dos suboficiais na região.
O país sul-americano foi o tópico dominante na Conferência de Segurança Hemisférica da FIU.
Diálogo conversou com o Almirante de Esquadra Ilques Barbosa Junior, Comandante da Marinha do Brasil.
Diálogo conversou com o Contra-Almirante (FN) da Marinha do Brasil (MB) Nélio de Almeida para conhecer detalhes dessa parceria.
A Guarda Costeira de Belize modernizou a sua força com novas tecnologias, recursos e treinamento.
As missões multinacionais de combate ao narcotráfico afetam as organizações criminosas transnacionais constantemente.
A Força-Tarefa Conjunta Bravo cria parcerias em toda a América Central com exercícios multinacionais, assistência humanitária, ajuda em desastres e apoio de transporte aéreo.
O Comando Conjunto de Operações Especiais das Forças Militares da Colômbia se concentra em alvos de alto valor estratégico com as melhores capacidades operacionais e de inteligência do país.
O Comando de Operações Especiais, Sul dos EUA, um componente do Comando Sul dos EUA, busca detectar e combater as ameaças ao hemisfério ocidental.
Diálogo conversou com o General de Exército Jorge Orlando Céliz Kuong durante a sua primeira visita oficial aos Estados Unidos como comandante geral do Exército do Peru.
A unidade militar dos comandos anfíbios está situada no Rio de Janeiro, porém participa de ações em todo o país.
A Real Força de Defesa das Bahamas trabalha com as agências locais e regionais para assegurar a estabilidade da região.
Os Estados Unidos não devem excluir o envolvimento militar russo na Venezuela, segundo o novo comandante do Comando Sul dos Estados Unidos.
As Forças Armadas da República Dominicana estão comprometidas com combatir o crime transnacional para preservar a estabilidade regional.
A unidade adaptou-se para responder a operações especiais navais nacionais e internacionais.
O Exército Nacional do Suriname quer trabalhar estreitamente com as nações parceiras para combater os desafios à segurança.
O General de Brigada do Exército do Peru Hugo Antonio Molina Carazas conversou com Diálogo sobre a estrutura e os desafios de uma das principais forças de elite peruanas.
O Comando de Inteligência e Operações Especiais Conjuntas das Forças Armadas do Peru tem a responsabilidade de coordenar as ações antiterroristas do país.
As Forças Armadas do Peru operam em sinergia para combater as ameaças à segurança nacional e regional.
A Marinha Argentina realiza operações combinadas para garantir o intercâmbio de doutrina, procedimentos e treinamento nas diferentes áreas militares.
A instituição militar se une ao esforço regional para combater as organizações criminosas transnacionais.
A Marinha da Defesa Nacional da Guatemala opera em conjunto com os países da região para impedir a passagem do narcotráfico.
A Marinha do México realiza convênios de cooperação para criar confiança mútua entre as marinhas do hemisfério e contribuir para a luta contra o narcotráfico.
O Comando de Operações Especiais reúne membros das unidades de elite do Exército Brasileiro.
A instituição reforça as suas estratégias para manter o país a salvo das ameaças do narcotráfico e dos crimes a ele associados.
A Marinha de Guerra do Peru utiliza seus recursos humanos, logísticos e tecnológicos para vencer a luta contra as organizações criminosas transnacionais.
Marinha do Brasil consolida suas estratégias de cooperação conjunta para enfrentar as organizações criminosas transnacionais.
A Força Aérea Hondurenha destaca o trabalho conjunto e combinado e a cooperação internacional para deter o narcotráfico.
A Força Aérea do Uruguai consolida suas estratégias para compartilhar informações e proteger o espaço aéreo.
A Força Aérea da República Dominicana avança na luta contra o narcotráfico e no trabalho interagências.
Conheça os avanços no processo de modernização e adaptação às novas demandas do século XXI.
A Força Aérea Mexicana renova sua frota de aeronaves e cria novas estratégias para combater as organizações criminosas transnacionais.
O Serviço Nacional Aeronaval do Panamá consolida estratégias de combate ao narcotráfico e de ajuda humanitária.
O comandante do Instituto do Hemisfério Ocidental para a Cooperação em Segurança pretende revolucionar a instituição com o apoio de sua Junta de Visitantes, do Comando Sul dos EUA e do Comando Norte dos EUA.
A sólida relação de cooperação entre a Colômbia e os Estados Unidos dá um passo à frente.
As Forças Armadas do Paraguai renovam suas estratégias de combate na luta contra as organizações criminosas transnacionais.
As Forças Armadas de Honduras ratificam laços de cooperação interagências com as nações parceiras regionais para combater as ameaças do narcotráfico e outros atos criminosos.
Panamá ratifica seu compromisso para evitar que as organizações transnacionais criminais se expandam em seu território e na região.
O Exército da Guatemala colabora com as forças armadas centro-americanas para derrotar as organizações criminosas transnacionais.
A Força Armada de El Salvador promove o trabalho interagencial para combater as ameaças das organizações criminosas transnacionais.
Ação Integral consolida os esforços do governo e dos militares para promover o desenvolvimento da Colômbia.
Os acordos de paz são um passo para a pacificação definitiva da Colômbia
A Força do Corpo de Fuzileiros Navais dos EUA Sul trabalha com seus parceiros da América Latina e do Caribe para criar confiança e combinar esforços para garantir a segurança regional.
A Guarda Costeira do Haiti compartilha informações em tempo real com os países vizinhos para combater as atividades marítimas ilícitas.
O primeiro subcomandante geral de interoperabilidade do Exército Sul dos Estados Unidos assumiu o desafio de converter a interoperabilidade entre os exércitos das nações parceiras em um mecanismo de cooperação regional.
O novo comandante do Exército Sul dos EUA interage com os exércitos das nações parceiras para desenvolver estratégias regionais para contra-atacar as redes de ameaças e apoiar a assistência humanitária e as operações de ajuda em desastres.
A Força Aérea do Suriname quer interagir com os países da região para combater desafios conjuntos de segurança.
O desenvolvimento de novas capacidades da Força Aérea Guatemalteca permitirá beneficiar diretamente a população em situações de assistência humanitária, busca e resgate e combate de incêndios florestais, entre outros.
A Força Aérea Boliviana trabalha em um novo sistema integrado de radares e comunicação para a segurança do espaço aéreo.
A Academia Interamericana das Forças Aéreas celebrou seu 75º aniversário.
O Exército do Peru se prepara com instrução, treinamento e equipamentos para enfrentar os novos desafios à segurança nacional.
Diálogo conversou com o Subtenente de Cavalaria Osmar Crivelatti sobre esta nova função, que denota mais responsabilidade e mais autoridade aos subtenentes.
A única mulher oficial general da Marinha da Argentina fala sobre a integração de gêneros e outros temas relevantes.
O Estado-Maior Conjunto do Chile concentra seus esforços no planejamento estratégico para enfrentar os desafios do futuro.
A Marinha Nacional da Colômbia utiliza o intercâmbio de informações de inteligência e a interoperabilidade como estratégias para suas operações de interceptação.
O Comando Geral de Operações do Pacífico está pronto para assumir os desafios operacionais da Marinha de Guerra do Peru.
A Força de Defesa de Belize trabalha com as nações vizinhas para desarticular as redes de narcotraficantes e suas conexões transnacionais.
O Tenente-Brigadeiro do Ar Nivaldo Luiz Rossato, comandante da Força Aérea Brasileira, fala para Diálogo sobre a reforma administrativa e operacional implementada na instituição.
A Força de Defesa da Guiana adota novas estratégias para derrotar as redes ilícitas.
A Polícia Nacional do Haiti protege as fronteiras do país para frear o crime organizado transnacional.
Trinidad e Tobago trabalham em cooperação com seus parceiros regionais para construir e manter redes a fim de confrontar os efeitos das redes de ameaças transnacionais e transregionais.
As Forças Armadas da República Dominicana trabalham ativamente na luta contra as drogas e seus delitos correlatos.
O Corpo de Fuzileiros Navais da Marinha do Chile se projeta como uma unidade estratégica de combate com capacidades únicas.
A Força Aérea do Paraguai busca profissionalizar seu pessoal de forma permanente e coordenar ações regionais para a assistência e ajuda humanitária.
A Força Aérea Brasileira possui capacidades aéreas únicas que auxiliam na assistência a vítimas em caso de desastres naturais.
A Força Aérea da Argentina se concentra no treinamento de seu pessoal para oferecer ajuda humanitária.
A Força Aérea do Peru projeta-se como instituição para ajudar a cidadania no atendimento aos desastres naturais.
A Força Aérea Equatoriana ressalta a colaboração entre as forças aéreas de nações parceiras para responder a desastres naturais.
A Força Aérea do Uruguai procura criar novas pontes de cooperação regional para enfrentar os desastres naturais na região.
As Forças Armadas peruanas contam com mais de 200 militares somente na Missão Multidimensional Integrada de Estabilização das Nações Unidas na República Centro-Africana.
Diálogo conversou com o Almirante-de-Esquadra da Marinha do Brasil Ademir Sobrinho sobre os principais desafios enfrentados como chefe supremo das Forças Armadas brasileiras, como a ciberdefesa e o combate a delitos transregionais, além de outros temas relevantes.
O primeiro exercício militar de logística humanitária na Tríplice Fronteira entre Brasil, Colômbia e Peru será realizado em novembro.
Promover um diálogo positivo e a colaboração entre os países do hemisfério ocidental são fundamentais para as nações parceiras na região.
Nas Olimpíadas Rio 2016, os atletas militares ocuparam lugar de destaque, conquistando 13 das 19 medalhas obtidas pelo Brasil.
Diálogo entrevistou o General-de-Exército Juan José Saavedra Fernández, chefe do Estado-Maior de Defesa do Uruguai.
Diálogo conversou com o General-de-Exército colombiano Juan Carlos Salazar Salazar, chefe do Estado-Maior Conjunto das Forças Militares da Colômbia, sobre defesa cibernética e outros temas.
O General-de-Exército Guilherme Theophilo de Oliveira conversou com Diálogo para explicar como será o primeiro exercício de logística humanitária realizado na América do Sul.
Brigadeiro da Força Aérea Brasileira conversa com Diálogo durante a SOUTHDEC 2017
O Departamento de Defesa dos EUA respondeu rapidamente a solicitações de nações parceiras do Caribe para assistência humanitária e ajuda a desastres no estrangeiro após a passagem dos furações Irma e María.
Diálogo conversou com o General-de-Divisão Bari del Valle Sosa, chefe do Estado-Maior Conjunto das Forças Armadas da Argentina, sobre seus principais desafios.
Aos 60 anos da criação do Comando Conjunto e duas décadas após a operação militar Chavín de Huántar, o Peru foi a sede da Conferência Sul-Americana de Defesa 2017.
Diálogo conversou com o ministro da Defesa do Peru Jorge Nieto Montesinos durante a Conferência Sul-Americana de Defesa, realizada em Lima entre os dias 21 e 24 de agosto.
Os cinco comandos de apoio da JFT-Bravo trabalham juntos para alcançar efeitos estratégicos.
No deserto do Sinai, as tropas uruguaias fiscalizam o cumprimento dos acordos de paz, uma contribuição importante para a paz internacional.
Sistema de alto nível de defesa e gestão encaminha as Forças Armadas da Guatemala para um novo horizonte.
A Diálogo falou com o Cel. Anthony e o Cel. Viera uns meses antes da mudança de comando do Cel Anthony do WHINSEC, em 19 de julho.
O Tenente-Brigadeiro-do-Ar Braulio Piris Rojas, comandante das Forças Militares do Paraguai, falou com a Diálogo sobre o desenvolvimento da competição militar Fuerzas Comando 2017, desenvolvida no Paraguai em sua 13ª edição.
A cooperação internacional e as capacidades e esforços conjuntos são as ferramentas que a Guatemala utiliza para combater as organizações internacionais criminosas.
O General-de-Divisão Carlos Alberto dos Santos Cruz, que comandou as missões de paz no Haiti e na República Democrática do Congo, acaba de ser nomeado secretário nacional de Segurança Pública.
O pais norte-americano foi o co-anfitrião da Conferência Centro-Americana de Segurança 2017 pela primeira vez.
A Força de Defesa da Jamaica lidera seu efetivo a uma nova era de profissionalismo e engajamento.
O chefe do Estado-Maior da Defesa Nacional da Guatemala afirma que a polícia adquiriu capacidade de inteligência e de investigação nunca vista anteriormente.
No marco da Conferência Centro-Americana de Segurança, a Diálogo conversou com o General-de-Brigada Francisco Isaías Álvarez Urbina, chefe do Estado-Maior Conjunto das Forças Armadas de Honduras.
A Diálogo conversou com o Ministro de Segurança Pública da Costa Rica, Gustavo Mata Vega, durante a Conferência Centro-Americana de Segurança 2017.
O General-de-Brigada Hernán Araya Santis fala de seus desafios como diretor de Projetos e Pesquisa do Exército do Chile, além dos projetos conjuntos entre seu país e os Estados Unidos.
A Força de Defesa de Barbados tem uma forte parceria com as Forças Armadas, a polícia e outros órgãos de segurança na região do Caribe.
O país vivencia a consolidação e a estabilização depois de firmado o acordo de paz através das Forças Armadas.
Com a abertura de um novo escritório no Brasil e a expansão de desenvolvimentos de projetos com universidades e o Exército do Chile, o Comando de Pesquisa, Desenvolvimento e Engenharia do Exército dos EUA estabelece uma forte presença na América do Sul.
O Gen Brig Clarence K.K. Chinn do Exército dos EUA conversou com a Diálogo sobre a importância de trabalhar junto com outros países na região para nos mantermos todos seguros.
Um diálogo entre líderes civis e militares propicia um importante fórum para a cooperação internacional sobre questões compartilhadas de segurança e defesa.
Uma pequena força-tarefa conjunta em uma base aérea estratégica com helicópteros, clínicas médicas expedicionárias, infraestrutura móvel e outras capacitações oferece resposta rápida em condições exigentes.
Antes de assumir o Comando da Força de Fuzileiros da Esquadra, o Contra-Almirante (FN) César Lopes Loureiro conversou com a Diálogo sobre seus desafios à frente da Divisão Anfíbia.
A tropa é responsável por prestar suporte aos grupamentos operativos de Fuzileiros Navais, com vistas à realização de operações terrestres de caráter naval.
Em um caminho longo e sinuoso, as mulheres continuam ganhando batalhas na guerra pela igualdade entre os sexos.
Uma conversa franca com o Vice-Almirante do Corpo de Fuzileiros Navais da Marinha do Brasil Alexandre José Barreto de Mattos sobre os desafios para dirigir a Força de Fuzileiros da Esquadra da Marinha do Brasil.
O foco estratégico das Forças Navais do Comando Sul dos Estados Unidos/4ᵃ Frota é promover a paz, a segurança e a estabilidade nas regiões do Caribe e nas Américas Central e do Sul.
O CID oferece um curso acadêmico profissionalmente orientado, multidisciplinar, em nível de pós-graduação.
Erradicar as gangues de El Salvador é uma necessidade fundamental para a segurança nacional e regional.
O apoio ao pessoal institucional é um fator-chave para proteger os céus guatemaltecos contra as ameaças transnacionais.
Compartilhar experiências na luta contra as ameaças de segurança permite articular os esforços para enfrentá-las.
O trabalho em equipe e os laços de amizade entre as nações são ferramentas fundamentais para manter a estabilidade regional.
O país se prepara para assumir os desafios de segurança e combater o crime transnacional que assola o hemisfério ocidental.
A Força de Defesa de Belize quer impedir que criminosos utilizem o país como ponto de trânsito de drogas.
O novo Comandante da 12ª Força Aérea e das Forças Aéreas do Comando Sul colabora com a América Latina como parceiro em condições de igualdade.
O Centro de Direitos Humanos das Forças Armadas capacita militares e civis para promover os direitos humanos.
O Contra Almirante Oscar Moreira da Silva Filho participou do III Simpósio Internacional de Segurança e Defesa.
Com a comunicação de massa, as organizações terroristas atingem os seus alvos onde quer que eles estejam.
A segurança e a estabilidade da região são um compromisso com o mundo, afirma o Almirante de Esquadra da Marinha dos EUA Kurt Tidd, comandante do SOUTHCOM.
Fuzileiros Navais do Brasil foram enviados para a região mais atingida mesmo antes da passagem do furacão Matthew; parte do hospital militar argentino foi transferida para a área afetada.
O navio ‘ARC 7 de Agosto’ da Marinha Nacional da Colômbia une-se aos esforços internacionais de ajuda humanitária às vítimas do furacão Matthew no Haiti.
O Tenente-Brigadeiro do Ar Alvani Adão da Silva representou o Brasil na Conferência Sul-Americana de Defesa 2016
O Vice Almirante Gonzalo Ríos Postri da Marinha de Guerra do Peru falou sobre a Junta Interamericana de Defesa
A história da Colômbia lhe forneceu a experiência que ela pode compartilhar agora durante as missões de manutenção da paz.
Diálogo conversou com o Almirante de Esquadra Jorge Moscoso, chefe do Comando Conjunto das Forças Armadas do Peru, durante a SOUTHDEC 2016.
Diálogo conversou com o General de Exército Nelson Eduardo Pintos González, chefe do Estado-Maior da Defesa do Uruguai, durante a Conferência de Defesa Sul-Americana (SOUTHDEC) 2016, celebrada em Montevidéu, de 16 a 19 de agosto.
Diálogo conversou com o General de Divisão Juan Ramón Benegas Ferreira, que é atualmente o Diretor Geral de Tecnologias de Informação e Comunicação das Forças Militares paraguaias, durante a Conferência Sul-Americana de Defesa (SOUTHDEC) 2016 celebrada em Montevidéu, Uruguai, de 16 a 19 de agosto.
Diálogo conversou com o Coronel Adolf Jardim, que há um ano foi promovido a comandante do Exército Nacional do Suriname, durante a Conferência sobre Defesa da Sul-Americana (SOUTHDEC) 2016 realizada em Montevidéu, Uruguai, de 16 a 19 de agosto.
A Colômbia compartilha sua experiência em segurança com os países da região e prepara suas Forças Armadas para assumir novos papéis no caminho rumo à paz.
​As últimas semanas foram marcadas pelo acionamento do Batalhão de Defesa Química Biológica Radiológica e Nuclear do Exército Brasileiro e seus esquadrões anti-bomba. Várias destas atividades foram, nitidamente, testes para verificar a capacidade de reação da estrutura organizada para as Olimpíadas Rio 2016.
O General Oscar Luis González, comandante do Exército do Paraguai, falou com Diálogo do intercâmbio entre suboficiais no Centro de Treinamento Conjunto de Operações de Paz, em Assunção, Paraguai.
Há 15 anos o Paraguai mantém uma cooperação com os EUA através da Guarda Nacional de Massachusetts (MANG).