Aviadores dos EUA e de El Salvador doam suprimentos a centro juvenil

As forças aéreas dos EUA e de El Salvador trabalharam juntas para apoiar os jovens salvadorenhos necessitados.
Pelo Primeiro-Sargento Raphael Romero, 571º Esquadrão de Assessoramento e Apoio à Mobilidade | 5 outubro 2018

Relações Internacionais

Pilotos da Força Aérea dos EUA do 571º Esquadrão de Assessoramento e Apoio à Mobilidade da Base da Força Aérea Travis, Califórnia, uniram seus esforços aos da Força Aérea Salvadorenha, como parte de uma iniciativa em conjunto para prestar assistência à comunidade local de San Martin, localizada em São Salvador, El Salvador, no dia 6 de setembro de 2018. (Foto Cortesia)

O 571º Esquadrão de Assessoramento e Apoio à Mobilidade (MSAS, em inglês) da Força Aérea dos EUA uniu os seus esforços aos da Força Aérea Salvadorenha (FAS), como parte de uma iniciativa em conjunto para atendimento à comunidade local de San Martin, localizada em São Salvador, El Salvador, no dia 6 de setembro de 2018. O esforço em conjunto teve como objetivo apoiar o Instituto Salvadorenho para o Desenvolvimento Integral de Crianças e Adolescentes (ISNA, em espanhol), que atende aproximadamente 88 crianças, muitas das quais com deficiências mentais e físicas. Durante o evento, membros das forças aéreas de ambos os países doaram toalhas, cobertas, fronhas e kits de higiene pessoal. O evento incluiu também uma festa com palhaços, piñatas e cortes de cabelos gratuitos.

“Esta é uma oportunidade que nos permite tocar os corações dos salvadorenhos”, disse o Segundo-Sargento da Força Aérea dos EUA James Garcia-Arvelo, conselheiro aéreo do 571º MSAS. “Não estamos apenas tentando aproximar-nos dos nossos irmãos militares, mas também deixar uma boa impressão na comunidade.”

Segundo o Coronel da FAS Raymundo Eduardo Torruella Rico, executivo da 1ª Brigada Aérea, um dos pilares da missão constitucional da FAS é realizar ações que beneficiem a população em termos de saúde e bem-estar. “A doação que a Força Aérea dos EUA está oferecendo com o esforço combinado da Força Aérea Salvadorenha beneficia 88 crianças necessitadas”, afirmou o Cel Torruella. “Isso nos permite também contribuir e dar um pouco mais de estímulo ao desenvolvimento aqui nesse centro e, ao mesmo tempo, apoiar os cidadãos salvadorenhos no que eles mais necessitem.”

O ISNA pretende reabastecer todo o seu estoque com os donativos e o que sobrar será enviado a outros centros do ISNA em todo o país. “Foi uma surpresa agradável que recebemos dessas duas instituições”, declarou Ricardo Matias Lazo, diretor do Centro de Educação Especial do ISNA. “É uma grande ajuda e um presente generoso.”

A Major da Força Aérea dos EUA Norbertha Cooper, comandante da missão do 571º MSAS, reconheceu os esforços do pessoal de Assuntos Civis da Embaixada dos EUA e do governo municipal por tornarem o evento possível.

“Estamos aqui trabalhando com a Embaixada dos EUA para criar parcerias e aumentar a interoperacionalidade entre as forças militares dos EUA e de El Salvador”, disse a Maj Cooper. “Esse evento comunitário nos ajuda a enfatizar nossa presença aqui e a interoperacionalidade entre ambas as forças. É um prazer estar aqui e queremos agradecer a vocês por terem nos recebido em seu país e em seus lares.”

Alex Ivan Salinas, diretor do Centro Integral Social para Crianças e Adolescentes do ISNA, agradeceu a ambas as unidades militares em nome de todas as crianças e todos os adolescentes residentes na instituição. “Esperamos que essa não seja a primeira nem a última vez em que recebemos vocês aqui”, declarou Salinas. “Nossas portas estão abertas para todos e estaremos sempre aguardando sua chegada, não apenas pelas doações, mas também para compartilharmos momentos felizes jogando futebol, quebrando uma piñata, ou qualquer outra coisa que possamos fazer para ajudar essas crianças. Muitas delas não recebem essa atenção em suas casas e tampouco o estímulo necessário para as atividades que vocês nos proporcionam; isso realmente motiva nossas crianças e adolescentes e também lhes proporciona uma grande alegria.”

Compartilhar:
Comente:
Gosta dessa história? Sim 4
Carregando conversa