Presidentes da Nicarágua e de Honduras fortalecerão a segurança e o comércio

Daniel Ortega e Porfirio Lobo, presidentes da Nicarágua e Honduras, respectivamente, decidiram no dia 23 de fevereiro, em Manágua, fortalecer o comércio e a cooperação em segurança para enfrentar o crime organizado que transformou Honduras em um dos países mais violentos do mundo.
WRITER-ID | 27 fevereiro 2012

Daniel Ortega e Porfirio Lobo, presidentes da Nicarágua e Honduras, respectivamente, decidiram no dia 23 de fevereiro, em Manágua, fortalecer o comércio e a cooperação em segurança para enfrentar o crime organizado que transformou Honduras em um dos países mais violentos do mundo.

Após uma reunião de quase quatro horas, os governantes decidiram empreender ações coordenadas “diante da grave ameaça” do crime organizado e do narcotráfico, que utilizam a América Central como ponte para a droga que vai da América do Sul para os Estados Unidos.

Honduras tem um índice de 82 homicídios para cada 100 mil habitantes, o que faz com que o país seja um dos mais violentos do mundo; e a Nicarágua, junto com Costa Rica, é um dos menos afetados pelo crime organizado da América Central, embora essas cifras estejam em elevação.

Os presidentes decidiram também fortalecer o comércio e implementar programas conjuntos que permitam combater a pobreza extrema em populações fronteiriças, segundo um comunicado conjunto lido por Ortega.

Eles decidiram ainda retomar os acordos de cooperação para o desenvolvimento no Golfo de Fonseca, no Oceano Pacífico, que também compartilham com El Salvador, para o que pretendem reunir-se, em um futuro próximo, com o presidente salvadorenho Mauricio Funes.

Lobo chegou a Manágua na tarde de quinta-feira, com seu chanceler Arturo Corrales, a ministra do Desenvolvimento Social, Hilda Hernández, e o vice-ministro do Comércio e Indústria, Melvin Redondo.

Honduras e Nicarágua são dois dos países mais pobres do continente, depois do Haiti, e “precisamos nos apoiar mutuamente”, disse Ortega.

Compartilhar:
Comente:
Gosta dessa história? Sim 49
Carregando conversa