Peru e Equador trocam experiências sobre aeronave Hercules

As forças aéreas dos dois países compartilharam conhecimentos sobre sua principal aeronave de transporte.
Gonzalo Silva Infante/Diálogo | 13 setembro 2018

As forças aéreas do Equador e do Peru realizaram intercâmbios de experiências com a aeronave Hercules, em abril e agosto de 2018. (Foto: Gonzado Silva Infante, Diálogo)

Em abril e agosto de 2018, as forças aéreas do Equador e do Peru realizaram exercícios de intercâmbio de tripulações da aeronave de transporte Hercules. Os intercâmbios foram feitos em abril na Base Aérea Cotopaxi, localizada em Latacunga, cidade no centro do Equador, e em agosto na Base Aérea de Callao, em Lima, Peru.

O objetivo dos exercícios foi fortalecer a capacidade operacional de ambas as instituições no uso da aeronave Hercules. Os participantes trocaram experiências para aplicar o aprendizado em suas respectivas forças, tornando-se agentes multiplicadores.

“É bom saber o que aconteceu com as outras pessoas para que o mesmo não aconteça conosco”, disse à Diálogo o Capitão da Força Aérea Equatoriana (FAE) Christian Terán, que participou do intercâmbio em agosto. “Esse intercâmbio operacional nos faz crescer [e ver] o que nós fazemos e o que eles fazem”.

Aprendizado recíproco

A delegação peruana visitou o Equador entre 23 e 27 de abril para se familiarizar com o uso da Hercules por parte de seus homólogos equatorianos. Os membros da Força Aérea do Peru (FAP) se integraram ao Esquadrão de Transporte Pesado 1111 da FAE, que opera aeronaves C-130 Hercules e L-100-30 Hercules.

“Eu estava muito interessado nos sistemas da aeronave, em como eles realizam seus cursos, como treinam seus pilotos, como aplicam sua Crew Resource Management [Gestão de Recursos da Tripulação]”, disse à Diálogo o Tenente-Coronel da FAP Carlos Begazo. “No Equador aprendi sobre as referências, a capacidade e o ordenamento que usam no seu tipo de carga, como o fazem, como se ajudam [e] o equipamento que utilizam. Eles são bem metódicos.”

A delegação equatoriana teve uma experiência similar durante sua visita à Base Aérea de Callao, entre 19 e 22 de agosto. Os participantes equatorianos se integraram ao Grupo Aéreo Nº 8, uma unidade de transporte da FAP que opera aeronaves L-100-20 Hercules. Durante a visita, os militares equatorianos participaram de cursos teóricos em terra com seus homólogos peruanos, revisando os sistemas da aeronave, a sua capacidade de carga, bem como o seu rendimento, o peso máximo de decolagem e o consumo de combustível, entre outras características.

“Observamos o planejamento da FAP, sobretudo os procedimentos de emergência”, disse à Diálogo o Capitão da FAE Daniel Valencia. “Existem algumas pequenas diferenças [na maneira como nós fazemos], mas as aprendemos porque nos servirão muito, nos complementarão; procuramos assimilar o melhor de cada um.”

Os pilotos equatorianos e peruanos participaram de cursos teóricos, além de treinamentos práticos, para revisar os sistemas da aeronave Hercules. (Foto: Gonzado Silva Infante, Diálogo)

Os militares equatorianos também participaram de exercícios aéreos, reuniões informativas pós-voo e aprenderam sobre os procedimentos de treinamento e manutenção das aeronaves da FAP.

Principal aeronave de transporte

A Hercules é uma aeronave de transporte meio-pesado fabricada pela empresa americana Lockheed Martin. Com propulsão de quatro motores turbo-hélice, serve como principal aeronave de transporte para muitas forças armadas do mundo, além de prestar serviços em operações militares e de ajuda humanitária. Sua capacidade de carga de mais de 23.000 quilos a torna a aeronave ideal para transporte de pessoal e cargas para lugares remotos ou para prestar assistência em desastres.

Existem vários modelos da Hercules com características específicas, cujas peculiaridades enriquecem as capacidades das tripulações, que têm a oportunidade de se familiarizar com esses modelos diferentes, como explicou o Tenente-Coronel da FAP Elard Granda Alviar, que participou de vários intercâmbios regionais. Além disso, ele disse que cada região tem características geográficas e climatológicas distintas que influenciam o rendimento da aeronave e as competências operacionais de cada força aérea.

O Ten Cel Granda conhece o rendimento das Hercules em diferentes ambientes em primeira mão. Ele voou uma Hercules na Base Aérea Vice-Comodoro Marambió, na Antártida argentina, onde a temperatura desce a até -40 °C. A experiência foi uma lição para que ele conhecesse as capacidades da aeronave em condições climáticas extremas e aprendesse sobre os tipos de pistas utilizadas nessa situação. “Isto me permitiu aprender que a aeronave foi projetada para ser utilizada em qualquer condição”, disse o Ten Cel Grande à Diálogo.

Já o Ten Cel Begazo ressaltou a recente visita ao Equador. “Além de fazer o intercâmbio de experiências técnicas e de explorar as capacidades que eles têm, vamos conhecer os campos”, explicou. “Se algo acontecer em Latacunga, por termos estado ali, saberemos quais providências tomar e com qual capacidade de carga se pode entrar.”

Os intercâmbios entre o Peru e o Equador foram realizados segundo os acordos feitos durante a XI Reunião de Chefes do Estado-Maior Geral da FAP e da FAE, realizada no dia 26 de junho de 2017. Além disso, esses intercâmbios de experiências atuam na missão do Sistema de Cooperação das Forças Aéreas Americanas, para fortalecer as capacidades de seus membros regionais.

Os exercícios permitem ainda consolidar a cooperação e a confiança entre as forças armadas dos países da região. “Esses intercâmbios nos ajudam a fortalecer esses laços de amizade”, disse o Cap Valencia. “Se pudermos ajudar, o faremos com muito prazer, como eles o fariam.”

As delegações peruanas e equatorianas esperam continuar participando de intercâmbios e outros eventos conjuntos. “Esses intercâmbios deveriam evoluir gradativamente”, concluiu o Cap Valencia. “Talvez possamos compartilhar cursos acadêmicos e operacionais. Definitivamente, alcançaremos um bom resultado nesses intercâmbios.”

Compartilhar:
Comente:
Gosta dessa história? Sim 2
Carregando conversa