México, Colômbia, Chile e Peru assinaram Acordo do Pacífico em Lima

Os presidentes do México, Colômbia, Chile e Peru assinaram o Acordo do Pacífico, que busca uma integração profunda entre os países de economia aberta, além de estabelecer uma estratégia comum para os mercados internacionais, principalmente a Ásia.
WRITER-ID | 4 maio 2011

Os presidentes do México, Colômbia, Chile e Peru assinaram o Acordo do Pacífico, que busca uma integração profunda entre os países de economia aberta, além de estabelecer uma estratégia comum para os mercados internacionais, principalmente a Ásia.

Os governantes Felipe Calderón (México), Juan Manuel Santos (Colômbia), Sebastián Piñera (Chile) e o anfitrião Alan García (Peru) assinaram o documento no Palácio do Governo, em Lima.

Para registrar a importância deste bloco, Calderón afirmou que “enquanto o Mercosul (Brasil, Argentina, Paraguai e Uruguai) movimenta anualmente US$ 543 bilhões, este grupo do Pacífico tem US$ 872 bilhões”.

“Será um acordo além do tradicional; não é apenas um acordo de livre comércio de bens, mas também vamos estendê-lo aos serviços, investimentos, e também facilitar o movimento de pessoas, buscando consequentemente uma maior integração física e uma maior integração de recursos naturais, incluindo a energia”, disse por sua vez Piñera.

O Panamá também assinou o acordo como observador, enviando seu ministro Rómulo Roux à cerimônia. Junto com o Panamá, está previsto que outros países possam se integrar futuramente a esse acordo.

O acordo menciona a criação da “aliança do Pacífico, com um firme compromisso de avançar progressivamente até que se alcance o objetivo da livre circulação de bens, serviços, capitais e pessoas”.

Prevê-se ainda facilitar a alfândega e a integração das Bolsas de Valores (as de Santiago, Lima e Bogotá já estão integradas) e marcar para dezembro uma nova reunião no México para avaliar os avanços do processo.

O acordo “está aberto aos países da região que compartilhem o desejo de alcançar a meta desta aliança”, acrescenta.

Três destes países – México, Chile e Peru – são membros do Fórum Econômico Ásia-Pacífico (APEC), e empreenderam grandes esforços, até então infrutíferos, para que a Colômbia fosse incluída nesse fórum.

O Acordo do Pacífico tem como objetivo posterior integrar a Costa Rica, El Salvador, Guatemala, Honduras, Equador e Nicarágua, estes dois últimos membros do Alba.

Compartilhar:
Comente:
Gosta dessa história? Sim 36
Carregando conversa