Força-Tarefa Conjunta Bravo ajuda Panamá na Operação Darien Lift

A Força-Tarefa Conjunta Bravo ajudou o governo panamenho a instalar uma base de operação remota na selva de Darien.
Cabo da Força Aérea dos EUA Destinee Sweeney/Força-Tarefa Conjunta Bravo, editado por Diálogo | 28 janeiro 2019

Relações Internacionais

Um agente do Serviço Nacional de Fronteira da República do Panamá protege o rosto enquanto um CH-47 Chinook retira suprimentos de uma pista para levá-los à Província de Darien, no dia 11 de janeiro de 2019. (Foto: Cabo da Força Aérea dos EUA Destinee Sweeney)

No coração da selva do Panamá, agentes do Serviço Nacional de Fronteira (SENAFRONT, em inglês) aguardam pelo material de construção que os ajudará a derrubar as redes de tráfico ilícito de drogas e tráfico de pessoas que se espalham pelas Américas. A selva densa ao redor dos agentes parece viva – a brisa agita as árvores, fazendo com que elas dancem, as montanhas se erguem ao longe, protegendo o vale abaixo, e o ar se enche com os sons da natureza.

Ouve-se um zumbido distante, o que à primeira vista parece ser um truque dos sentidos. Aos poucos, o zumbido se transforma em um rugido, dominando toda a área, quando um CH-47 Chinook aparece através das copas das árvores da floresta e a clareira se torna um caos, à medida que o vento das hélices do helicóptero levanta a poeira e os destroços que ali estavam estagnados até então.

“A Companhia Bravo do 1º Batalhão, 228º Regimento de Aviação (1-228º Regimento de Aviação Bravo) designado à Força-Tarefa Conjunta Bravo (JTF-Bravo, em inglês) faz parte de um esforço mais amplo dos EUA para ajudar o governo panamenho e sua polícia nacional de fronteira para instalar uma base de operação remota na selva de Darien”, disse a Capitão da Força Aérea dos EUA Jennifer West, comandante da companhia do 1-228º Regimento de Aviação Bravo e piloto de helicópteros Chinook.

A tripulação do Chinook do 1-228º Reg. de Av. prestou assistência com transporte aéreo dos dias 4 a 12 de janeiro, na primeira fase da operação denominada Darien Lift. “Uma instalação do SENAFRONT está sendo construída e para tanto necessita que uma grande quantidade de equipamentos seja transportada”, disse Juan Carlos Varela, presidente da República do Panamá. “Nós não temos equipamentos para transportar essa quantidade de carga para instalar essa nova estação do SENAFRONT, e eles [os EUA] estão nos ajudando.”

A localização remota do posto avançado dificulta o transporte do material de construção, com quase 1.000 toneladas de cimento, blocos de concreto e outros materiais. Os veículos de asa rotativa maneável da JTF-Bravo podem transportar mais peso de forma mais rápida do que os barcos pelas vias fluviais da selva.

Agentes do Serviço Nacional de Fronteira do Panamá aguardam para içar os cabos para guindar cargas em um CH-47 Chinook do Exército dos EUA, que parte rumo à Província de Darien, na República do Panamá, no dia 11 de janeiro de 2019. (Foto: Cabo da Força Aérea dos EUA Destinee Sweeney)

A Cap West descreveu a missão como altamente desafiadora sem o apoio do transporte aéreo e afirma que “é gratificante saber que de fato estamos causando um impacto e ajudando os panamenhos a estabelecer uma presença de segurança em Darien, onde realmente não há nada além da selva.” A oficial explicou que a presença da base ajudará o SENAFRONT a combater os narcotraficantes e a evitar que o contrabando chegue à rodovia Pan-Americana, uma via transcontinental explorada pelos grupos criminosos transnacionais bem apoiados financeiramente e fortemente armados. Eles alimentam a insegurança e a instabilidade, na medida em que continuam com suas operações de tráfico para os países ao norte do Panamá.

Somente em 2018, os serviços de segurança panamenhos confiscaram mais de 72 toneladas de drogas, impedindo que elas chegassem às ruas das Américas.

“Como se trata de uma questão binacional que tem também efeitos regionais, o governo dos EUA nos ofereceu apoio incondicional nessa empreitada”, disse Jonattan Del Rosario, ministro da Segurança Pública do Panamá. “Há uma relação próxima com os postos binacionais que estamos construindo em colaboração com a Colômbia, principalmente devido ao fenômeno do tráfico de drogas, embora o fluxo irregular de migrantes seja também monitorado a partir desses centros. Por isso desenvolvemos um esforço importante para combater também as redes do tráfico de pessoas nessa administração, resultando no desmantelamento efetivo de 22 dessas redes.”

A JTF-Bravo, subordinada ao Comando Sul dos EUA, opera desde a Base Aérea de Soto Cano, em Honduras, para apoiar os vizinhos dos Estados Unidos na América Central, ajudando as nações parceiras a desenvolver capacidades e melhorar a segurança regional. O ano de 2019 marcará a quarta operação Darien Lift que o Exército dos EUA apoia. Desde a primeira operação até agora, as tripulações já transportaram mais de 152,5 toneladas de materiais. Está previsto que a operação continue.

O Chinook é um helicóptero multifuncional utilizado em diversas situações, desde o transporte de soldados aos seus destinos até a ajuda nas missões de combate. Além de apoiar a operação Darien Lift, o CH-47 também foi usado para combater os incêndios em Darien em 2016.

“O relacionamento entre o Panamá e os Estados Unidos é realmente forte e nós somos seu parceiro preferencial”, concluiu a Cap West. “Quando os panamenhos pedem ajuda ao governo dos Estados Unidos, sem dúvida estamos aqui para ajudar.”

 
Compartilhar:
Comente:
Gosta dessa história? Sim 99
Carregando conversa