Navio-hospital Comfort chega a Turbo, na Colômbia

Turbo é a primeira de duas paradas programadas no país sul-americano.
Embaixada dos EUA em Bogotá, editado por Diálogo | 20 novembro 2018

Resposta Rápida

O Capitão de Mar e Guerra da Marinha dos EUA Kevin Buckley, comandante da Unidade de Tratamento Médico do USNS Comfort, dança com uma integrante de uma companhia de espetáculos depois da cerimônia de abertura, em uma unidade médica terrestre em Turbo, Colômbia, na primeira parada do navio no país sul-americano. (Foto: Marinheiro da Marinha dos EUA J. Keith Wilson)

O navio-hospital USNS Comfort da Marinha dos EUA chegou à Colômbia no dia 14 de novembro, na segunda metade da sua viagem programada para visitar Equador, Peru, Colômbia e Honduras, como parte da missão humanitária Promessa Duradoura 2018. No dia 16 de novembro começou a jornada médica em Turbo, Antioquia, com uma cerimônia de abertura da missão do navio-hospital na Colômbia.

A equipe do navio, formada por voluntários americanos, argentinos, canadenses, colombianos e de outras nacionalidades, atendeu centenas de pacientes e realizou cirurgias a bordo da embarcação. No segundo dia da missão, 17 de novembro, o USNS Comfort já havia atendido 1013 pacientes e realizado 16 cirurgias.

Médicos de clínica geral, especialistas e odontólogos atendem desde as primeiras horas da manhã as pessoas que chegam das diversas comunidades e municípios da região de Urabá, no estado de Antioquia. Para Carmen Mosquera, de 83 anos, o atendimento médico lhe fez ver o futuro com mais otimismo. “Já consigo enxergar bem, e vocês sabem que aqueles que não enxergam não estão seguros”, disse Mosquera, mostrando seus três pares de óculos novos.

O Capitão de Corveta da Marinha dos EUA Matt Stepanovich, de Portsmouth, Virginia, examina o pé de um paciente em uma unidade médica terrestre em Turbo, Colômbia, na primeira das duas paradas no país sul-americano. O destacamento reflete a promessa duradoura dos Estados Unidos de amizade, parceria e solidariedade com as Américas. (Foto: Cabo da Marinha dos EUA Pat Morrissey)

Durante a cerimônia de abertura, realizada no Batalhão Fluvial do Corpo de Fuzileiros Navais da Marinha de Turbo, o embaixador dos Estados Unidos na Colômbia Bill Whitaker e os demais representantes do governo dos EUA agradeceram a todas as entidades e instituições colombianas envolvidas na missão humanitária e garantiram que, graças ao trabalho conjunto e às coordenações prévias, centenas de cidadãos melhorarão suas condições de saúde e terão acesso a cirurgias e atendimento médico de qualidade. “Estamos procurando ficar ao seu lado nesse momento importante da história do país”, disse Whitaker. “Vocês podem contar conosco. Estaremos ao seu lado agora, como estivemos no passado e como estaremos no futuro. Juntos podemos.”

Além do embaixador Whitaker, participaram do evento a subsecretária do Departamento de Estado dos EUA para Assuntos do Hemisfério Ocidental Kimberly Breier, o Capitão de Mar e Guerra da Marinha dos EUA William K. Shafley e o ministro da Defesa da Colômbia Guillermo Botero Nieto. “O Comfort é um esforço multinacional das Américas para as Américas”, disse Breier. “O compromisso dos Estados Unidos com a Colômbia ultrapassa qualquer política ou objetivo em particular. A missão que hoje inauguramos faz parte desse compromisso.”

O objetivo da missão humanitária Promessa Duradoura é levar tratamento e assistência médica às populações vulneráveis em Turbo (entre 16 e 20 de novembro) e Riohacha (entre 26 e 30 de novembro). A Colômbia é o único país onde o navio prestará assistência em duas regiões, o que reflete a estreita e contínua cooperação entre os dois governos.

Essa é a quinta vez em que o Comfort vem à Colômbia como parte de um esforço regional mais amplo do Comando Sul dos EUA. O navio partirá para Honduras uma vez concluída a sua missão na Colômbia.

Compartilhar:
Comente:
Gosta dessa história? Sim 1
Carregando conversa