Brasil E Peru Dividem A Vigilância Da Amazônia

Os criminosos frequentemente se aproveitam das exuberantes florestas tropicais e dos vastos canais fluviais da região amazônica para realizarem atividades ilícitas, como o narcotráfico e o desmatamento.
Print | 1 outubro 2011

Os criminosos frequentemente se aproveitam das exuberantes florestas tropicais e dos vastos canais fluviais da região amazônica para realizarem atividades ilícitas, como o narcotráfico e o desmatamento.

O Peru e o Brasil fecharam uma parceria para pôr fim a estes atos criminosos e proteger a bacia amazônica através do intercâmbio de dados de satélites, de acordo com a agência de notícias do Peru, Andina.

Os dois países conseguem monitorar a densa região por meio da transferência de dados em tempo real entre um centro de informações de satélite, localizado na cidade de Manaus, e seu equivalente peruano, na cidade de Pucallpa. A troca de informações faz parte do Memorando de Entendimento entre o Brasil e o Peru em matéria de proteção da Amazônia, de 2003. O Brasil tem acordos semelhantes com a Colômbia e o Equador.

Fontes: Peruvian Times, agência de notícias Andina

Compartilhar:
Comente:
Gosta dessa história? Sim 17
Carregando conversa