Além do Horizonte 2019 está na Guatemala

Militares da Guatemala e dos EUA prestam assistência médica e de educação às comunidades indígenas do ocidente guatemalteco.
Julieta Pelcastre / Diálogo | 28 junho 2019

Capacitação e Desenvolvimento

As forças armadas dos Estados Unidos e da Guatemala realizam o exercício de ajuda humanitária Além do Horizonte 2019 em Huehuetenango, Guatemala. (Foto: Segundo-Sargento do Exército dos EUA William Gillespie, SOUTHCOM)

Uma equipe de 1.000 membros do Exército dos Estados Unidos trabalha em conjunto com 350 membros do Exército da Guatemala para melhorar a qualidade de vida da população do estado de Huehuetenango, na fronteira com o México. O exercício Além do Horizonte 2019 está sendo realizado de 13 de maio a 27 de julho.

O programa inclui quatro etapas de atendimento médico gratuito em cinco localidades. “As consultas de medicina geral, odontologia, oftalmologia e pediatria beneficiarão mais de 9.600 pacientes”, disse à Diálogo o General de Exército da Guatemala Víctor Díaz Hernández, comandante da 5ª Brigada de Infantaria. “No final realizaremos uma missão cirúrgica, onde efetuaremos cerca de 50 cirurgias por dia no Hospital Nacional de Huehuetenango, entre os dias 17 e 27 de julho.”

O Além do Horizonte é uma iniciativa anual patrocinada pelo Comando Sul dos EUA (SOUTHCOM), planejada e executada pelo Exército Sul dos EUA, componente terrestre do SOUTHCOM. O exercício humanitário se concentra na assistência médica e na reconstrução da infraestrutura para facilitar a assistência humanitária depois de um desastre natural.

“Estamos muito felizes por trabalhar com os americanos; não apenas incrementamos nossa capacidade logística, mas [o exercício] também nos aproxima mais da população e nos permite servir e levar ajuda às comunidades mais vulneráveis do país”, afirmou o Gen Ex Díaz. “Usamos o uniforme dos EUA para servir ao próximo”, disse em um comunicado o Tenente-Coronel do Exército dos EUA Greg Sawmelle, comandante do Batalhão de Engenheiros Nº 365.

Grande impacto

Noventa e cinco por cento da população que comparece às jornadas médicas do exercício Além do Horizonte 2019 são principalmente da comunidade do idioma mam. “Essas pessoas não falam espanhol, o que complica um pouco”, disse o Gen Ex Díaz. “Os pacientes são auxiliados por intérpretes que traduzem do mam para o espanhol e do espanhol para o inglês. A Guatemala também colabora com equipes militares de médicos e enfermeiros.”

O Além do Horizonte 2019 realiza jornadas médicas gratuitas no estado de Huehuetenango, Guatemala. (Foto: Exército da Guatemala)

Para atingir o objetivo, especialistas médicos da Universidade Internacional da Flórida e organizações civis dos dois países trabalham com o SOUTHCOM para garantir o atendimento sanitário. Os medicamentos são fornecidos gratuitamente.

Da estaca zero

O esforço humanitário inclui a construção de uma clínica médica na aldeia de Tocaz, que contará com farmácia, sala de espera e consultórios. As autoridades estimam que o projeto esteja pronto em meados de julho.

“Iniciamos esse projeto [da clínica] da estaca zero e é uma grande oportunidade para que nossos soldados adquiram experiência”, disse à imprensa a 1º Tenente do Exército dos EUA Aurora Palumbo, da Companhia de Engenheiros Nº 358 de New Cumberland, Pensilvânia. “Realizamos obras de engenharia em três escolas de Huehuetenango. Não paro de pensar em quantas gerações de crianças estudarão nelas”, ressaltou o Gen Ex Díaz.

O Exército dos EUA também capacita seus homólogos guatemaltecos em questões de segurança, comunicações e manutenção de veículos, para fortalecer as capacidades de resposta em casos de catástrofes. Além disso, o Batalhão de Helicópteros de Assalto Nº 183 da Guarda Nacional do Exército de Idaho apoia a evacuação de vítimas e o transporte de equipamentos para os engenheiros militares e médicos americanos que prestam assistência na Guatemala.

“Por trás do exercício humanitário estão os heróis anônimos – militares e cidadãos com formação especializada que fazem seu trabalho diário em benefício dos mais necessitados”, disse o Gen Ex Díaz. “Os Estados Unidos, através de seus recursos e do deslocamento de suas diferentes unidades militares, contribuem para melhorar a qualidade de vida e o desenvolvimento de muitas comunidades, e nos preparam para realizar atividades de ajuda humanitária na região.”

Compartilhar:
Comente:
Gosta dessa história? Sim 5
Carregando conversa