Belize proporciona educação alternativa para jovens

A Força de Defesa de Belize fez parceria com a Guarda Nacional da Louisiana para que os jovens em situação de risco possam mudar sua vida.
Geraldine Cook/ Diálogo | 10 maio 2019

Capacitação e Desenvolvimento

O Programa de Desafio à Juventude de Belize transmite aos cadetes valores militares, habilidades e autodisciplina para triunfarem na vida. (Fotos: Geraldine Cook, Diálogo)

Através de uma janela do centro de detenção juvenil, Delrick Sankey observava estudantes fazendo exercícios militares do Programa de Desafio à Juventude de Belize (BYC, em inglês), do outro lado da rua, e desejava ser um deles. Ele tinha 14 anos e cumpria uma pena de nove meses na cidade de Belize.

“Eu era um jovem em situação de risco. Não tinha autoestima e não sabia o que fazer da vida”, disse Sankey, atual aluno do BYC, que já cumpriu, até o momento, sete dos 10 meses do programa residencial. “Eu costumava vê-los [os alunos] fazendo exercícios físicos e brincando; disse a mim mesmo que gostaria de ser como eles e, se eles podiam, eu também poderia.” Aqueles dias ficaram no passado. Quando foi liberado do centro juvenil, Sankey se matriculou no BYC.

“O BYC é para os jovens que querem mudar de vida”, disse Sankey. “Estou pronto para voltar à sociedade e deixar para trás as coisas ruins que fazia.” Seu sonho é entrar para a Guarda Costeira de Belize.

O BYC é um programa educacional alternativo para rapazes de 15 a 17 anos com risco de se envolverem em atividades criminosas ou terem comportamentos negativos. O BYC foi fundado em novembro de 2016, quando o Corpo Nacional de Serviço para Cadetes Jovens foi reorganizado. O programa, nos moldes do Programa de Desafio para Jovens (YCP, em inglês) da Guarda Nacional do Exército da Louisiana (LANG, em inglês), abriu suas portas em outubro de 2017.

O BYC é subordinado ao Ministério da Defesa de Belize e ao Ministério do Desenvolvimento Humano, Transformação Social e Redução da Pobreza de Belize. A Força de Defesa de Belize (BDF, em inglês) e o Departamento de Reabilitação Comunitária administram o programa.

“Nossa missão é intervir e recuperar as vidas dos jovens em risco para transformá-los em jovens com valores, habilidades, educação e autodisciplina necessários para se tornarem adultos bem-sucedidos”, disse o Capitão da BDF Ivan Locario, comandante adjunto interino do BYC, “Nosso objetivo final é construir cidadãos produtivos para a nação.” 

Transformando vidas

Há um ano, Davin López, um jovem de 15 anos do vilarejo de Seine Bight, no sul de Belize, não sonhava com um futuro melhor. Expulso da escola de ensino médio, ele se envolveu com drogas, brigas de rua e roubos.

Ao tomar conhecimento do BYC através de um anúncio no rádio, ele se inscreveu no programa e foi aceito. López, que é aluno do BYC e deve se formar em julho, deseja tornar-se um chefe de cozinha e está determinado a ser um bom cidadão e ajudar o próximo.

Quadros da Força de Defesa de Belize e da Guarda Nacional da Louisiana se formaram no Curso de Instrutores do Programa de Desafio, no Centro Gillis Long, em Carville, Louisiana, em setembro de 2017. (Foto: Guarda Nacional do Exército da Louisiana dos EUA)

“No princípio, eu não gostava de seguir as regras do BYC, mas agora é diferente. Sou autodisciplinado e os instrutores me ajudaram muito”, disse López. “Se não tivesse encontrado o BYC, eu estaria morto.”

O BYC tem 40 alunos de todo o país com a oportunidade de aprender fora do sistema escolar tradicional. Os cadetes adquirem valores militares, disciplina, espírito de equipe, habilidades vocacionais e acadêmicas. O programa também dispõe de conselheiros, assistentes sociais e mentores.

“O nosso trabalho é feito com o maior interesse nos jovens”, disse o Cap Locario. “A estrutura e a disciplina que compartilhamos diariamente mostra aos cadetes que não importa de onde eles vieram, ou como começaram; o que importa é como vão terminar. A disciplina que apresentamos e as histórias que contamos permitem que os cadetes percebam que podem fazer a diferença nas suas vidas.”

O programa tem duas fases: residencial e pós-residencial. Durante os 10 meses da fase residencial, os cadetes aprendem sobre as habilidades para enfrentar a vida – tais como o controle da raiva e a autoestima –, aprendem a ler e escrever, preparam-se para as provas para chegarem ao ensino médio e participam de treinamento vocacional, como agricultura, marcenaria e hotelaria. Após a formatura, os cadetes voltam para casa para iniciar a fase de 12 meses pós-residencial, onde continuam sua educação ou entram para o mercado de trabalho, com o apoio da comunidade e dos mentores.

A LANG apoia o programa da juventude

A LANG e a BDF têm uma forte parceria desde 1996, no âmbito do Programa de Parceria Estatal da Guarda Nacional dos EUA. Durante 36 anos, as instituições fizeram intercâmbio de treinamento, exercícios combinados, preparação para desastres e assistência humanitária.

Em 2014, a LANG começou a trabalhar com o programa para jovens da BDF, compartilhando lições e experiências de seu YCP. Criado em 1993, o YCP tem como alvo jovens de ambos os sexos de 16 a 18 anos, em um programa de 17 meses. Até agora, 24.025 cadetes já se formaram.

“Nosso objetivo no BYC é o mesmo do Programa de Desafio da Juventude em Louisiana: tentar dar aos jovens a oportunidade de se superar, viver seus sonhos e contribuir positivamente para a sociedade”, disse o General de Brigada dos EUA Glenn H. Curtis, general adjunto da LANG. “O BYC crescerá. A BDF incute nesses jovens o sentido de orgulho, responsabilidade e disciplina.”

“Como sociedade, seja em Belize ou na Louisiana, ajudamos nossos jovens para que tenham a oportunidade de triunfarem e possam transmitir isso às próximas gerações”, concluiu o Gen Bda Curtis.

Compartilhar:
Comente:
Gosta dessa história? Sim 364
Carregando conversa