USSOUTHCOM dá adeus a Oficiais de Ligação de Nação Parceira (PNLOs)

USSOUTHCOM Bids Farewell to Partner Nation Liaison Officers

Por Dialogo
junho 20, 2011


Para marcar o término de sua função como Oficiais de Ligação de Nação Parceira (PNLOs) representando Colômbia, Uruguai e Canadá, o general Douglas Fraser, comandante do Comando Sul dos EUA, presidiu uma cerimônia de premiação no dia 17 de junho para homenagear os oficiais que estão de partida.

“Contar com os Oficiais de Ligação de Nação Parceira no SOUTHCOM nos permite reconhecer as parcerias que temos e representa a importância de nossas parcerias”, disse o general Fraser ao entregar a Condecoração ao Mérito do Serviço Conjunto a cada um dos representantes dos países que deixam o cargo.

O capitão Hugo M. de Barros, da Marinha do Uruguai, serviu ao SOUTHCOM de julho de 2009 a julho de 2011 e foi determinante para estreitar as relações militares entre os Estados Unidos e a República do Uruguai. O capitão De Barros assessorou habilmente o comandante do SOUTHCOM através de visitas em nível estratégico do Governo do Uruguai e do Ministério da Defesa aos Estados Unidos, permitindo uma avaliação vital do posicionamento estratégico uruguaio.

“Para um velho marinheiro como eu, que está percorrendo as últimas milhas de sua carreira, este reconhecimento tem um enorme impacto emocional”, disse o capitão Barros ao receber sua premiação. “Percebi que passei a me referir ao SOUTHCOM como ‘nós’, ao invés de ‘todos vocês’”.

O general Fraser destacou que o capitão Barros é um marinheiro da terceira geração e pertence à única família uruguaia que tem quatro gerações consecutivas servindo à Marinha de seu país, já que seu filho serve atualmente como tenente da Marinha uruguaia.

O coronel Oscar O. Lopez, da Marinha colombiana, serviu como PNLO de julho de 2010 a julho de 2011, destacando-se pela valiosa visão das estratégias militares de ambos os países, o que resultou no aumento da compreensão mútua, vital para o fortalecimento da parceria entre os Estados Unidos e a Colômbia no combate ao tráfico ilícito e ao narcoterrorismo.

“Sua perspectiva e sua disposição para compartilhar e nos mostrar como podemos melhorar nossa participação na ajuda à Colômbia em sua luta contra as Farc foram aquilo que fez a diferença para nós”, elogiou o general Fraser, ao entregar a condecoração ao coronel Lopez.

“O grande apoio que vocês [SOUTHCOM] nos dão [à Colômbia] os coloca como um de nossos mais fortes aliados e como um grande amigo”, disse o coronel Lopez.

O tenente-coronel James D. Waddell, do Comando da Força Expedicionária do Canadá, é o mais antigo PNLO a serviço do SOUTHCOM, atuando em Miami desde setembro de 2006 a julho de 2011.

“O tenente-coronel Waddell me recebeu no SOUTHCOM”, disse o general Fraser. “Ele é um dos membros mais antigos a serviço do Comando, ainda mais antigo do que muitos de nossos membros de serviço dos EUA.

“Eu dediquei quase 25% de minha carreira militar ao trabalho com os militares dos EUA, mas minha experiência durante os últimos cinco anos no SOUTHCOM foi maravilhosa; foi um aprendizado, tanto profissional quanto pessoal”, reconheceu o tenente-coronel Waddell.

Além dos membros do SOUTHCOM, as famílias de todos os três representantes compareceram para lhes dar adeus, ao lado do cônsul geral da Colômbia, Álvaro Gallardo, e o representante do cônsul canadense, o Sr. Paul Cunningham.





Share