USS Preble interdita 2.000 quilos de cocaína

USS Preble interdita 2.000 quilos de cocaína

Por Forças Navais do Comando Sul dos EUA
junho 17, 2020

O destroier classe Arleigh Burke USS Preble (DDG 88), que transportava uma equipe do Destacamento de Manutenção da Ordem Pública (LEDET, em inglês) da Guarda Costeira dos EUA (USCG, em inglês), apreendeu 100 pacotes de presumida cocaína, com um valor de mais de US$ 40 milhões, no dia 2 de junho.

Assim que uma aeronave de patrulhamento marítimo da Marinha dos EUA, lotada nos “Tridentes” do Esquadrão de Patrulhamento VP 26, avistou pela primeira vez a lancha rápida de baixo perfil (LPGFV, em inglês), o USS Preble se dirigiu ao objetivo para realizar uma interceptação de longo alcance. Ao efetuar a operação, o USS Preble utilizou um de seus helicópteros a bordo, lotado nos “Cavaleiros Ágeis” do 37º Esquadrão de Helicópteros de Ataque Marítimo, para supervisionar e garantir o cumprimento da ação enquanto o LEDET e as pequenas embarcações assumiram o controle positivo da LPGFV.

O USS Preble e o LEDET a bordo recuperaram 100 pacotes de presumida cocaína, com um total estimado de 2.000 quilos e um valor aproximado de US$ 40 milhões no mercado atacadista.

“Essa interdição e apreensão de drogas foi uma grande conquista da nossa equipe da Marinha e da Guarda Costeira”, disse o Capitão de Fragata da Marinha dos EUA Leonardo Giovannelli, oficial no comando do USS Preble. “Nós não apenas acionamos nossos sensores e equipamentos de comunicação, mas a nossa equipe de combate foi capaz de trabalhar também de forma interagente, contribuindo diretamente para uma importante linha de operações com resultados tangíveis.”

O USS Preble está destacado na área de operações da 4ª Frota dos EUA e realiza missões de operações avançadas antidrogas do Comando Sul dos EUA (SOUTHCOM) e da Força-Tarefa Conjunta Interagencial Sul no Caribe e no leste do Pacífico.

No dia 1º de abril, o SOUTHCOM iniciou operações avançadas antinarcóticos no hemisfério ocidental para deter o fluxo de drogas, em apoio aos Objetivos Presidenciais de Segurança Nacional.

Diversas agências dos EUA dos departamentos de Defesa, Justiça e Segurança Nacional cooperaram com o esforço para combater o crime organizado transnacional. A Guarda Costeira, a Marinha dos EUA, o Serviço de Alfândega e Proteção de Fronteiras, o FBI, a Administração para o Controle de Drogas e o Departamento de Imigração e Controle de Fronteiras dos EUA, junto com agências parceiras e aliadas internacionais, desempenham um papel essencial nas operações antidrogas.

As Forças Navais do Comando Sul dos EUA apoiam as operações militares conjuntas e combinadas do SOUTHCOM, com o emprego de suas forças marítimas em operações de cooperação de segurança marítima, para manter o acesso, aprimorar a interoperabilidade e criar parcerias duradouras, com o objetivo de fortalecer a segurança regional e promover a paz, a estabilidade e a prosperidade nas regiões do Caribe, América Central e América do Sul.

Share