• Home »
  • Uncategory »
  • US Legislative Committee Approves Funding for the Fight Against Drugs in Mexico

Comitê Legistativo dos Estados Unidos aprova fundos para a luta antinarcóticos no México

Por Dialogo
maio 11, 2009

O Comitê de Concessões da Câmara de Representantes aprovou hoje verbalmente um projeto de lei de gastos suplementares para o ano fiscal em curso, que inclui 470 milhões de dólares para a luta antinarcóticos no México. Os fundos servirão para a compra de aviões de vigilância, helicópteros e outros recursos, e representa um aumento de cerca de 120 milhões de dólares sobre o montante solicitado pela Casa Branca. Durante o debate sobre a medida, a maioria dos democratas insistiu na urgência de continuar apoiando os esforços antinarcóticos do governo do México, para evitar que a violência gerada pelos cartéis da droga se propague para o lado americano da fronteira. Os fundos destinados ao México neste projeto de lei contribuíram para a compra de três aviões de vigilância e quatro helicópteros “Blackhawk” adicionais. Os Estados Unidos aprovam fundos para a luta antinarcóticos no México. A Casa Branca havia solicitado um total de 350 milhões de dólares para o México e a fronteira sudoeste, dos quais 66 milhões eram para a compra de três helicópteros "Blackhawk" que acabaram excluídos do orçamento de 2009 para a Iniciativa Mérida. Todavia, durante um processo de negociação, os legisladores aumentaram a ajuda destinada ao México e a vigilância fronteiriça para o novo montante de 470 milhões de dólares. O projeto de lei de gastos suplementares do ano fiscal de 2009, que termina no próximo dia 30 de setembro, totaliza 94.200 milhões de dólares, 9.300 milhões de dólares acima do que foi solicitado pela Casa Branca. A iniciativa, que deve ser submetida a votação no plenário da Câmara de Representantes e também no Senado, inclui despesas para as guerras no Iraque e no Afeganistão, além de ajuda para a estabilização do Paquistão. O projeto de lei “reflete a intenção do presidente Barack Obama de terminar paulatinamente a guerra do Iraque, fortalecer os esforços no Afeganistão e a estabilização do Paquistão”, observou o presidente do Comitê, David Obey. Ao todo, o projeto de lei, que será votado no plenário da Câmara Baixa na próxima semana, autoriza 78.400 milhões de dólares para o Pentágono, 4.700 milhões acima do que foi solicitado pela Casa Branca. Entre outros elementos, também inclui assistência financeira para o Oriente Médio, para a África, para fazer frente à crise financeira global e para respaldar os esforços da comunidade internacional para “identificar, conter e frear a propagação de uma pandemia”.
Share