Helicópteros Militares Dos Estados Unidos Evacuam Vítimas De Terremoto Na Costa ‎Rica

U.S. Military Helicopters Evacuate Earthquake Victims in Costa Rica

Por Dialogo
janeiro 14, 2009

Uau! Este post é mesmo interessante; sempre gostei muito deste tipo de posts. Acho que o trabalho feito pela autora é mesmo muito bom. Obrigado por esta informação. Quatro helicópteros e 34 membros de serviço da Força de Trabalho Conjunta-Bravo, ‎Honduras, são deslocados para cá sob solicitação do governo costarriquenho para dar ‎apoio no salvamento das vítimas de um recente terremoto de magnitude 6.2 que ‎aconteceu perto de São José. ‎ A força de trabalho iniciou as buscas aéreas e as missões de salvamento sábado, em ‎conjunto com a Comissão de Emergência Nacional da Costa Rica, ou CNE, uma ‎agência governamental composta por 150 peritos capacitados a lidar com desastres ‎naturais. As tripulações evacuaram 90 pessoas, incluindo duas vítimas feridas, nas ‎cercanias de São Miguel, no sábado, e continuaram as buscas por vítimas no domingo.‎ ‎“A CNE está completamente organizada e trabalha como uma máquina bem ‎lubrificada para ajudar as vítimas do terremoto”, disse a Major do Exército Nilda ‎Toro, diretora da JTF-Bravo para Operações Militares Civis, deslocada para cá. ‎‎“Dentre todas as missões de ajuda em desastres nas quais eu trabalhei em dois anos na ‎JTF-Bravo, esta é a melhor organizada graças aos profissionais da CNE.”‎ ‎“É impressionante ver as diferentes classes de pessoas com poder de decisão ‎trabalhando juntas para trazer ajuda às pessoas que mais precisam,” disse a Major ‎Toro.‎ A CNE se coordena com várias agências governamentais, não-governamentais e ‎estrangeiras, tais como a Cruz Vermelha da Costa Rica, departamentos de bombeiros, ‎polícia, voluntários da comunidade e o Gabinete da Assistência para Desastres ‎Estrangeiros dos Estados Unidos (OFDA).‎ A OFDA é um gabinete da Agência de Desenvolvimento Internacional dos Estados ‎Unidos, que atua como coordenador da assistência para desastres estrangeiros dos ‎Estados Unidos. A OFDA dá apoio às autoridades locais responsáveis pela ‎administração dos desastres, identifica as necessidades e coordena os recursos para ‎ajudar, disse Phil Gelman, conselheiro regional da OFDA que chegou aqui aos ‎quartéis-generais da CNE 45 minutos depois do terremoto. ‎ ‎“Imediatamente a coordenação começou e foi uma operação organizada,” disse ‎Gelman. “É prazeroso integrar as capacidades da JTF-Bravo nessa operação.”‎ ‎“Nós apreciamos a ajuda dos militares americanos nessa operação,”, disse Ximia ‎Guerrero Garita, oficial da CNE. “A competência da Força Tarefa Conjunta-Bravo ‎contribui muito e nos permite melhor resposta na ajuda às pessoas afetadas pelo ‎desastre. ‎ ‎“É um trabalho muito complexo, porém bonito,” disse Garita, que trabalhou para a ‎CNE por 17 anos. “É bonito ver tantas agências integradas e trabalhando juntas para ‎obter uma rápida resposta no salvamento de vidas. ‎ A equipe da Força Tarefa Conjunta-Bravo na Costa Rica é composta por elementos ‎das tripulações, resgate, médicos e de apoio da aviação do Exército e da Força Aérea ‎dos Estados Unidos. A equipe foi deslocada para a Costa Rica na sexta-feira.‎ A Força Tarefa Conjunta-Bravo também atendeu a uma enchente perto de Limon, na ‎Costa Rica, no final de novembro, e ajudou a CNE na entrega de alimentos, água, ‎remédios, kits de higiene pessoal e colchões para os necessitados.‎
Share