Capturados na Guatemala três supostos Zetas com 336 quilos de cocaína

Por Dialogo
junho 02, 2011


Agentes antidrogas da Guatemala capturaram, após um confronto armado, três guatemaltecos suspeitos de pertencerem ao cartel mexicano Los Zetas, ao qual se atribui a matança de 27 camponeses em uma residência no dia 14 de maio, e descobriram 336 quilos de cocaína, informou a Polícia.

“São três os detidos, e com eles foram encontrados documentos mexicanos, o que faz com que as investigações suspeitem que devam ser membros de Los Zetas, ou que tenham algum vínculo com essa organização” criminosa, disse à AFP o porta-voz da Polícia, Donald González.

Os três suspeitos foram detidos depois de uma perseguição, quando não obedeceram a uma ordem de parada em um posto policial na estrada do Atlântico e, na tentativa de fuga, entraram em uma rua sem saída, onde ocorreu o confronto, disse González.

Os agentes também encontraram 336 quilos de cocaína, três veículos blindados, dois fuzis AK-47 e dois M-16, além de munições.

As autoridades guatemaltecas atribuem a Los Zetas o massacre de 27 trabalhadores rurais em uma residência do departamento de Petén, no norte, no dia 14 de maio, e o assassinato de um fiscal na semana passada.

O presidente Álvaro Colom decretou estado de sítio em Petén dois dias depois da matança, pela qual foram detidos 16 suspeitos, sete deles mexicanos.

Los Zetas, cujas redes se estendem do sul dos Estados Unidos a diversos países da América Central, são um grupo criado por militares mexicanos que desertaram há alguns anos para se unirem ao cartel do Golfo, com o qual agora se confrontam.



Share