SOUTHCOM doa equipamentos ao Corpo de Bombeiros de El Salvador

SOUTHCOM doa equipamentos ao Corpo de Bombeiros de El Salvador

Por Lorena Baires/Diálogo
agosto 14, 2020

Os Estados Unidos, através do Programa de Assistência Humanitária do Comando Sul (SOUTHCOM), doaram 96 equipamentos de respiração autônoma AirHawk II, avaliados em US$ 717.868,80, para reequipar o Corpo de Bombeiros de El Salvador (CBES), informou à imprensa a Embaixada dos EUA, no dia 25 de junho. Os equipamentos serão distribuídos em 18 estações de bombeiros que não dispõem de equipamentos suficientes de respiração autônoma, um dos elementos vitais para responder a incêndios estruturais e industriais, disse à Diálogo o Major Edwin Mauricio Chavarría, diretor-geral do CBES, no dia 18 de julho.

O embaixador dos Estados Unidos em El Salvador Ronald Johnson (primeiro plano, segundo da esq. para a dir.) fez a entrega dos equipamentos de respiração autônoma ao ministro do Interior de El Salvador Mario Durán (centro) e ao diretor do Corpo de Bombeiros, Major Edwin Mauricio Chavarría (primeiro plano, quarto da esq. para a dir.), em São Salvador, no dia 25 de junho. (Foto: Ministério do Interior de El Salvador)

“Também utilizamos esses equipamentos para responder a emergências com materiais perigosos, informou o Maj Chavarría. “Por exemplo, [utilizamos] na ocorrência de um acidente de trânsito, onde há tubos com gás propano ou combustível (…) com fissuras, devido ao impacto, e há escapamento de contaminantes, ou para fazer manobras de resgate e auxiliar as pessoas.”

O Maj Chavarría acrescentou que as máscaras desses equipamentos têm um selo hermético ao redor do rosto, abastecido por um cilindro de ar comprimido que proporciona oxigênio durante aproximadamente 40 minutos, o que lhes permite respirar sem riscos de colapso e perda da consciência durante os sinistros, em função dos gases contaminantes.

“Nos meus 27 anos de serviço na instituição, essa foi a primeira vez que utilizo um equipamento completo novo”, disse à Diálogo o 2º Tenente do Corpo de Bombeiros Carlos Carreño, chefe do grupo operacional do CBES. “Utilizamos esse tipo de equipamento diariamente nos incêndios (…); esse foi um dos melhores donativos que recebemos de um país que sempre nos apoiou.”

Entre outros projetos que beneficiarão o CBES, está a construção de uma torre de treinamento avaliada em US$ 704.000; outras iniciativas incluem a compra de quatro estações para a recarga de oxigênio, avaliadas em US$ 300.000, além de equipamentos de proteção individual para 250 bombeiros estruturais, avaliados em US$ 500.000, acrescentou a Embaixada dos EUA.

Share