SOUTHCOM envia ajuda humanitário ao Haiti

SOUTHCOM Deploys Relief Mission to Haiti

Por Public Affairs Office, U.S. Southern Command
outubro 06, 2016

MIAMI – Uma equipe partiu do Comando Sul dos Estados Unidos (SOUTHCOM) para Porto Príncipe, capital do Haiti, neste seis de outubro para prover ajuda humanitária e auxílio aos esforços assistenciais devido ao furacão Matthew. Esta equipe avançada, composta do comandante da força-tarefa e de um comandante de controle de elementos chegou ao aeroporto internacional de Porto Príncipe onde já estabeleceu um centro de operações. Pessoal e material adicional chegaram depois via um avião cargueiro C-130. Os helicópteros e tripulação que chegaram na terça-feira (5) para atividades de preparo em Grand Cayman permanecerão na ilha até o tempo permitir voos para o Haiti. Ao chegar, proverão ajuda no transporte aéreo para as missões das Forças Armadas americanas correntes de ajuda humanitária requeridas pelo governo haitiano. A missão é encabeçada pelo Escritório de Assistência a Desastres no Estrangeiro (OFDA, por sua sigla em inglês) da Agência Americana para o Desenvolvimento Internacional (USAID, por sua sigla em inglês). A equipe é composta de aproximadamente 100 militares e de nove helicópteros e chegou a Grand Cayman no dia cinco de outubro em antecipação a um possível pedido de apoio aos esforços de assistência devido aos danos causados pelo Matthew. Membros da Força-Tarefa Conjunta Bravo (JTF-B) e da Força Tarefa Ar-Terra de Propósito Especial dos Fuzileiros Navais - Comando Sul (SPMAGTF-SC, por sua sigla em inglês) partiram da Base Aérea de Soto Cano a bordo dos helicópteros CH-53E Super Stallion, CH-47 Chinook e UH-60L Blackhawk. A missão da Força-Tarefa Bravo inclui estar preparada para apoiar operações de auxílio a desastres nas Américas Central, do Sul e no Caribe, quando requerido pelo SOUTHCOM. A SPMAGTF-SC se deslocou para a América Central em junho para servir como força de resposta rápida durante a temporada de furacões. A equipe ficou lotada na Base Aérea de Soto Cano em Honduras e estava preparada para agir rapidamente em apoio a missões afins na região. Historicamente, as capacidades das Forças Armadas dos EUA são necessárias nos estágios iniciais e mais críticos de uma operação de auxílio a esforços de ajuda humanitária, quando poucos recursos e peritos em resposta a catástrofes estão disponíveis para ajudar as vítimas de comunidades impactadas. Na medida em que estas missões progridem e mais expertos chegam para ajudar nos esforços de longo prazo de recuperação e reconstrução, as capacidades militares americanas deixam de ser fundamentais e as funções previamente exercidas pelas Forças Armadas são assumidas por outras organizações experimentadas de auxílio. Durante os últimos anos, o SOUTHCOM proporcionou assistência a desastres ao Haiti para auxiliar este país caribenho a se preparar contra tempestades como o furacão Matthew e outras catástrofes naturais, incluindo a montagem de centros operacionais de emergência, galpões para ajuda a desastres, estações de bombeiros e centros comunitários que também funcionam como abrigos. O Comando Sul dos EUA também doou embarcações de busca e resgate, assim como veículos de transporte de resposta emergencial ao Haiti, além de agências de proteção civil. O SOUTHCOM é um dos seis comandos unificados geograficamente focados cuja área de atuação cobre o Caribe e as Américas Central e do Sul.
Share