Morrem sete soldados colombianos em combates com as FARC

Por Dialogo
fevereiro 15, 2013


Sete soldados morreram e outros cinco ficaram feridos no dia 13 de fevereiro em combates na região rural do município colombiano de Milán, com guerrilheiros das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (FARC), a poucas horas da possível libertação dos policiais sequestrados por esse grupo rebelde no mês de janeiro.

“Foi lançada uma operação nas entranhas do Bloco Sul das FARC, com o objetivo de proteger nossa população civil de San Antonio de Getucha, onde há intensos combates com o grupo terrorista. Em consequência dos confrontos, cinco soldados ficaram feridos e sete foram assassinados”, segundo um comunicado do Exército.

De acordo com a Décima Segunda Brigada, tropas do Exército iniciaram essa operação depois de tomarem “conhecimento da concentração de várias colunas do Bloco Sul, que pretendiam atacar a inspetoria de San Antonio de Getucha, no município de Milán”.

“Através de informações de inteligência, soube-se que o Bloco Sul está evacuando um número indeterminado de terroristas mortos e feridos”, concluiu o comunicado.

A morte desses militares ocorreu na véspera do encerramento das operações militares realizadas pelas Forças Armadas nas regiões limítrofes entre os estados de Cauca e Valle del Cauca, para a possível libertação dos policiais Cristian Yate e Víctor González.

Yate y González foram sequestrados no dia 25 de janeiro em um município de Valle del Cauca por facções das FARC.



Share