Reconstruindo juntos: conclui engajamento global de saúde entre Colômbia e JTF-Bravo na ilha de Providência

Reconstruindo juntos: conclui engajamento global de saúde entre Colômbia e JTF-Bravo na ilha de Providência

Por Segundo-Sargento Marleah Cabano, da Força Aérea dos EUA/Força-Tarefa Conjunta Bravo
julho 23, 2021

Militares e provedores civis dos EUA da Força-Tarefa Conjunta Bravo (JTF-Bravo, em inglês), uma unidade do Comando Sul dos EUA (SOUTHCOM), com sede na Base Aérea de Soto Cano, Honduras, em coordenação com o Ministério da Saúde da Colômbia, organizações militares, governamentais e não governamentais, realizaram um engajamento global de saúde, de 14 a 16 de julho de 2021.

Aproximadamente 25 militares, incluindo dois médicos civis, foram destacados na Colômbia e realizaram um exercício de treinamento de prontidão médica (MEDRETE, em inglês) para prestar serviços expedicionários de saúde às comunidades das ilhas de Providência e Santa Catalina.

As ilhas rurais foram devastadas pelo furacão Iota, uma tempestade de categoria 4, que dizimou 90 por cento de sua infraestrutura em novembro de 2020, incluindo o hospital local.

“O MEDRETE da ilha de Providência é um exemplo dos esforços da JTF-Bravo para melhorar continuamente nossa capacidade de prontidão para enfrentar os futuros desafios junto com nossos parceiros”, disse o Tenente-Coronel Derrick Williams, do Exército dos EUA, profissional de saúde do Elemento Médico da JTF-Bravo. “A oportunidade de servir a uma comunidade necessitada, em colaboração com militares e parceiros da nação anfitriã, nos garante que estamos mais fortes e preparados para enfrentar os desafios do futuro.”

A assistência de saúde incluiu medicina preventiva, atenção primária, pediatria, odontologia, oftalmologia, ginecologia, dermatologia e serviços farmacêuticos em um hospital de campanha temporário.

Ao concluir o engajamento médico, as equipes de saúde da JTF-Bravo tinham atendido mais de 700 pacientes das ilhas de Providência e Santa Catalina.

Durante a cerimônia, foram doados equipamentos hospitalares necessários, incluindo cadeiras e kits odontológicos, balanças, um desfibrilador externo automático e equipamentos para a esterilização, através do Programa de Assistência Humanitária do SOUTHCOM. O hospital estava sem esse equipamento desde o furacão Iota, e a doação aumentará os serviços prestados e a qualidade da atenção aos pacientes.

“Engajamentos como esse demonstram nossa promessa duradoura de sermos um parceiro confiável, ajudar nossos vizinhos e trabalhar juntos para um hemisfério livre, próspero e seguro”, disse o Ten Cel Williams. “Somos gratos pela oportunidade de causar esse impacto.”

O embaixador dos EUA na Colômbia, Philip S. Goldberg, o ministro da Defesa Nacional da Colômbia, Dieto Molano Aponte, o ministro da Saúde da Colômbia, Alejandro Gaviria Uribe, e diversas altas lideranças das Forças Armadas da Colômbia também participaram da cerimônia de encerramento.

“É importante para nós, porque precisamos trabalhar em conjunto”, disse o Tenente-Coronel Juan David Vivas, oficial encarregado da área de assistência social da Força Aérea Colombiana. “Experimentar [uma resposta] a um desastre natural, como depois do furacão, [garante] que poderemos nos reunir para reconstruir.

Share