Ministro da Defesa do Peru inaugurou programa de inclusão social em Talara

Peruvian Minister of Defense Inaugurates Social Inclusion Program

Por Dialogo
julho 15, 2013


O ministro da Defesa do Peru, Pedro Cateriano Bellido, inaugurou o Programa de Inclusão Social “Talara 2013”, um conjunto de operações de ajuda humanitária, obras de engenharia e assistência médica com participação de profissionais das Forças Armadas do Peru e dos Estados Unidos, que beneficiará 7 mil povoados da província de Talara, na região de Piura.

O titular do setor chegou a Talara procedente do norte do país, junto com o assessor da Embaixada dos EUA, Michael Fitzpatrick, para dar início à campanha social binacional realizada entre os dias 8 e 19 de julho e que incluirá a melhoria da infraestrutura escolar, de redes de água potável e outras obras cívicas.

Haverá ainda debates e capacitação em gestão de risco diante de desastres naturais, cooperação civil-militar e simulações de terremotos e tsunamis.

“A melhor defesa é o desenvolvimento com políticas de inclusão social”, disse o ministro Cateriano na Casa da Juventude de Talara, diante de moradores locais e autoridades como o presidente do governo regional de Piura, Javier Atkins, e o chefe do Instituto de Defesa Civil, o general reformado do Exército peruano Alfredo Murgueytio.

“Para o governo do presidente Ollanta Humala esse projeto é importante porque procura incluir os setores menos favorecidos nos benefícios do crescimento, e agradecemos a participação do governo dos Estados Unidos”, disse o ministro, lembrando os laços de cooperação fortalecidos após o último encontro entre o chefe de Estado e o presidente dos EUA, Barack Obama.

Investimento importante

O ministro lembrou que o investimento total do programa chega a US$ 400 mil. Serão aplicados US$ 43.258,00 na Instituição Educativa Andrés Avelino Cáceres, para a construção do perímetro limite e de um laboratório.

O ministro e sua comitiva visitarão esse colégio especificamente para supervisionar os projetos que serão realizados com a campanha binacional. Aqui o titular do setor colocou a primeira pedra do cerco.

Em nome do governo dos Estados Unidos, o assessor Fitzpatrick acrescentou que o programa de ajuda humanitária e combate a desastres pretende melhorar as condições de vida das populações menos favorecidas. “A iniciativa representa o esforço conjunto de dois países amigos e seu compromisso de luta pela inclusão social”, disse ele.



Share