Peru: Polícia Nacional apreende quase uma tonelada de drogas em uma semana

Peru: Polícia Nacional apreende quase uma tonelada de drogas em uma semana

Por Eduardo Szklarz/Diálogo
fevereiro 04, 2021

Em apenas uma semana, a Polícia Nacional do Peru (PNP) apreendeu mais de 900 quilos de cocaína e maconha, além de 3 toneladas de precursores químicos.

No dia 28 de novembro de 2020, os agentes prenderam dois indivíduos que transportavam 335 kg de cocaína em pacotes em formato de tijolos. Os suspeitos foram detectados enquanto circulavam em um veículo e uma moto pela província de Satipo.

Em outra operação, no dia 26 de novembro, os agentes policiais detiveram dois traficantes. “[Eles] levavam no interior de um veículo de carga mais de 200 kg de maconha no distrito de Pucusana, província de Lima”, informou a PNP em um comunicado.

No dia 21 de novembro de 2020, a Polícia Nacional do Peru apreendeu 3.000 kg de substâncias químicas utilizadas para fabricar cocaína. (Foto: Polícia Nacional do Peru)

A força também incinerou 250 kg de cocaína encontrada no dia 24 de novembro em um laboratório clandestino nas imediações do distrito de Llochegua, província de Huanta.

“A mercadoria pertenceria a uma perigosa organização criminosa dedicada ao tráfico internacional de drogas”, informou a PNP.

Em coordenação com a Procuradoria do Peru, a PNP apreendeu mais 120 kg de maconha nas imediações da localidade de Huanipampa, no distrito de San Pablo de Pillao, na província de Huánuco.

Embora a maioria da maconha apreendida no Peru seja proveniente do Paraguai, passando pela Bolívia, as autoridades detectaram um número crescente de plantações de cannabis nas regiões peruanas de difícil acesso, como o distrito de Sayán, província de Huara.

O Peru responde por cerca de um quinto do cultivo mundial de pés de coca. As mais recentes estimativas do Gabinete das Nações Unidas para Drogas e Crimes indicam 49.900 hectares de plantações. Cerca de 67 por cento dos cultivos se localizam no Vale dos Rios Apurimac, Ene e Mantaro, onde os agentes intensificaram as operações antidrogas.

A PNP também reforçou as ações contra os precursores químicos. No dia 21 novembro, por exemplo, os agentes localizaram um laboratório clandestino no distrito de Santa Rosa, província de Lima. “[Ali] foram encontrados mais de 3.000 kg de substâncias químicas destinadas à fabricação de cloridrato de cocaína, além de diversos equipamentos e duas armas de fogo”, informou a força.

Share